sexta-feira, 26 de abril de 2013

Rio de Janeiro conta com um dos melhores museus de arte do mundo

Exposição do CCBB Rio de Janeiro é a 2ª mais visitada em todo o mundo


 O jornal britânico The  Art Newspaper é um dos mais respeitados no mundo no ramo da arte e cultura e publicou recentemente as cidades que contaram com as exposições mais badaladas e visitadas do mundo, o Rio de Janeiro com certeza apareceu entre as 10 mais.

O CCBB Rio foi a 2ª exposição mais visitada do mundo durante o ano de 2012, com a exposição “Amazônia, Ciclos de Modernidade”. A exposição contou com 7.928 visitantes/dia. Se não fosse o bastante, o CCBB também ficou com a 7ª posição – “Corpos Presentes – Still Being” com 6.909 visitantes/dia – e também a 11ª – “Índia!” com 6.347 visitantes/dia. 

O CCBB Rio é o 17º museu mais visitado do mundo em 2012 e ficou em primeiro lugar entre os museus brasileiros, segundo o ranking do mesmo jornal.

A temporada da exposição “Impressionismo: Paris e a Modernidade” no CCBB Rio, que já recebeu 561.142 visitantes, será incluida apenas no ranking 2013.

As exposições “Amazônia, Ciclos de Modernidade” e “Índia!” receberam o prêmio da primeira e segunda melhor exposição do mundo. Na Top Ten Contemporânea o CCBB RJ emplacou o 2º lugar com “Corpos Presentes – Still Being”. 

As exposições “Tarsila do Amaral – Percurso Afetivo” (CCBB RJ – 2.948), “Viva Elis” (CCBB RJ – 2.285), “Anticorpos -Irmãos Campana”  (CCBB RJ – 1.700) e “Rabin Ajaw – A filha do Rei” (CCBB RJ – 1.557) também estiveram no ranking.

Texto escrito e postado por  Rafael Oliveira,  26 de Abril de 2013

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Universidade de Columbia no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro ganhará centro de pesquisas da Universidade de Columbia






Como foi previamente anunciado neste blog, a prestigiada Universidade Columbia (de Nova York) assinou um acordo para a instalação de um centro de pesquisas da famosa instituição norte-americana, o Columbia Global Center, no Rio de Janeiro. 

O Rio de Janeiro é a primeira cidade do Brasil - e a oitava do mundo - a receber esse centro de pesquisas de uma das melhores universidades do mundo. O Estado do Rio de Janeiro e a  Columbia Global Center serão parceiros em desenvolver projetos de interesse mútuo, principalmente nas áreas de saúde, educação e desenvolvimento sustentável.


- O Rio está se tornando um centro internacional de conhecimento, devido às nossas universidades públicas e privadas, de nível internacional. A abertura do Columbia Global Center certamente reforça a identidade do Rio de Janeiro como centro de conhecimento - afirmou Sérgio Cabral.
A Columbia University foi fundada em 1745 e é uma das faculdades mais antigas e prestigiadas dos Estados Unidos. Com o objetivo de expandir conhecimentos entre estudantes e professores, realizar intercâmbio de ideias e ampliar parcerias acadêmicas, a instituição americana também possui centros de pesquisas na Jordânia, China, Índia, Turquia, Quênia, França e Chile.


A Unidade terá a sua sede instalada no 3º andar do prédio da ACRJ, os eventos são gratuitos, mas as vagas limitadas. Mais informações através do email: riodejaneiro.cgc@columbia.edu

Texto escrito e postado por  Rafael Oliveira,  24 de Abril de 2013

Portinari no Centro do Rio

Obra de Portinari é exposta pela primeira vez ao público



A Primeira Missa no Brasil é uma das obras mais importantes de Cândido Portinari e será exposta ao público pela primeira vez a partir deste sábado no Museu Nacional De Belas Artes, no centro do Rio de Janeiro.

A obra faz parte da exposição Quando o Brasil Amanhecia e ficará no museu carioca até o dia 9 de Junho. A exposição acontece de terça a sexta (das 10h às 18h) e finais de semanas e feriados (das 12h às 17h). A entrada custa apenas R$ 8 aos domingos e será de graça nos outros dias da semana


Texto escrito e postado por  Rafael Oliveira,  24 de Abril de 2013

terça-feira, 23 de abril de 2013

Fórmula 1 no Rio de Janeiro

Competições de Fórmula 1 podem voltar ao Rio de Janeiro em 2016



O Rio de Janeiro já sediou emocionantes corridas de Fórmula 1. O Autódromo de Jacarepaguá recebeu 10 vezes o Grande Prêmio do Brasil  de Fórmula 1, no grande período de Alain Prost, Nelson Piquet, Carlos Reutemann e Ayrton Senna, porém quando o autódromo estava em seu auge, o Governo decidiu aceitar a solicitação da Prefeitura de São Paulo de levar a sede da competição de vez para São Paulo, mesmo Interlagos sendo considerado o pior autódromo do mundo até os dias de hoje.

Mas se depender de Bernie Ecclestone (Presidente da Formula One Administration), o Rio de Janeiro voltará a receber as corridas de Fórmula 1 a partir do ano de 2016. Ecclestone já conversou com Eduardo Paes sobre a possibilidade.

- Eu estou insatisfeito com São Paulo há um longo tempo. É um super circuito, mas as instalações precisam de uma grande transformação. Podemos estar no Rio no ano olímpico. O prefeito me disse que pode fazer isso. Mas sei o quanto já foi difícil para Londres executar somente a Olimpíada – disse Ecclestone ao jornal britânico “The Mail on Sunday”.

As negociações do novo autódromo, em Deodoro, continuam, mas o grande problema é a possibilidade de minas terrestres que foram instaladas pelo Exército noa anos 60 para treinamento militar, no momento acontecem investigações para comprovar a segurança do terreno.




O novo autódromo, segundo o projeto, não receberá apenas competições automobilísticas, mas também outras atividades e eventos. O local também ganhará quadras descobertas e um complexo aquático. A pista terá 4.715,7 metros em seu maior traçado, com 19 curvas, além de um circuito oval, seguindo o padrão A da classificação da FIA, tornando-se o autódromo mais moderno do Brasil (mesmo depois da futura reforma de Interlagos), além de um kartódromo de 1.344 m. Os boxers terão dois andares, o estacionamento terá capacidade para 10 mil veículos (podendo ser expandido para 70 mil), haverá bares, restaurantes e até espaços para cursos profissionalizantes.

Veja abaixo algumas fotos:







Texto escrito e postado por  Rafael Oliveira,  23 de Abril de 2013

Praça da Bandeira ganhará projeto anti-inundação

Praça da Bandeira ganhará piscinão para combater as inundações da região




A Praça da Bandeira há muito tempo sofre com os problemas relacionadas a chuva, para acabar com este problema na região que será o marco da Copa do Mundo e das Olimpíadas dessa década, a Prefeitura começou a construir um piscinão para combater as enchentes na Grande Tijuca, este que começará a funcionar provavelmente em dezembro, a tempo das chuvas de verão. 


O piscinão terá capacidade de 18 milhões de litros de água (o mesmo que sete piscinas olímpicas). Até o primeiro semestre de 2014, o problema deverá ser solucionado de vez. Um trecho do Rio Trapicheiros também será canalizado.Outros piscinões serão construídos na Tijuca (para captar as águas do Rio Trapicheiros), em Vila Isabel (para captar o excedente das águas do Rio Joana) e no Alto Grajaú (para o Rio Jacó).O projeto custa R$ 292 milhões.

Texto escrito e postado por  Rafael Oliveira,  23 de Abril de 2013

De olho no prefeito: As promessas de Eduardo Paes

Veja como andam as promessas eleitorais de Eduardo Paes na metade de seu governo


 O blog do Rafael Oliveira fez uma cobertura completa durante as últimas eleições para Prefeito e como prometemos, vamos conferir se as promessas de Eduardo Paes em 2012 realmente estão sendo executadas. Vamos conferir:

Em relação a "assistência social", Paes prometeu reduzir em 50% a quantidade de cariocas abaixo da linha da pobreza, para isso ele construiria 50 mil casas populares e urbanizaria 100 favelas.Os dados oficiais dizem que havia 146.874 mil famílias nessa classificação. A Prefeitura já entregou 146.874 mil famílias

Em relação a "educação", Paes prometeu 30 mil vagas para ensino infantil, 120 novos EDIs e ensino integral para 240 mil, além de aulas de inglês para todos e tornar o Rio o n° 1 no IDEB. A Prefeitura já iniciou um projeto de construção de 220 unidades escolares e 70 adaptações em unidades existentes até 2016, já estão em obras 42 EDIs (com oito mil novas vagas) e outras 10 escolas em obras. Cerca de 475 mil alunos (do 1º ao 5º ano) têm aula de aula semanais de inglês.
 
Em relação a iluminação pública, Paes prometeu reduzir para menos de 2% o índice de apagamentos registrados na cidade (seguindo os padrões internacionais), em uma época com índice de 18%. Atualmente, o padrão da cidade é de 1,07%.
 
Em relação ao lixo, Paes prometeu fechar o lixão de Gramacho para criar um centro de tratamento mais moderno em Seropédica. A Prefeitura criou o programa "Lixo Zero" que visa multar aqueles que jogarem lixo no chão. O aterro de Gramacho já foi fechado.
 
Nas eleições, Paes prometeu que iria manter metade do orçamento para Saúde e Educação, 2/3 para recursos para as zonas Norte e o Oeste e faria o Rio de Janeiro ser o líder nacional em investimentos. Hoje, cerca de 23% dos investimentos vão para a saúde e 25% para a educação, segundo o relatório da Controladoria Geral do Município.
 
Paes também prometeu continuar as obras da revitalização do Centro, recuperação da Zona Oeste, uma nova infraestrutura para a Zona Oeste e impedir as mudanças do gabarito da Zona Sul.  As obras da Zona Portuária são as "meninas dos olhos" do prefeito, prometendo mudanças em todo centro. Os projetos do BRT estão a revitalizar toda a zona oeste, incluindo a Barra da Tijuca.

Em relação ao saneamento, Paes prometeu amentar a rede de esgoto em 55% da Zona Oeste e concluir as macrodrenagens em Jacarepaguá e na Praça da Bandeira. Os piscinões da Praça da Bandeira terminarão até o final desse ano, as macrodrenagem de Jacarepaguá terminarão em dezembro de 2014. A concessionária responsável pelo esgotamento sanitário de 21 bairros da Zona Oeste - Foz Águas 5 – começará  os investimentos para ampliação das redes de coleta e tratamento de esgoto da região no segundo semestre desse ano 2013.
 
Em relação a saúde, o Prefeito prometeu atingir 80% de cobertura da saúde básica através de 70 novas clínicas da família e 54 postos reformados, além de ter prometido reduzir a espera em hospitais através da contratação de 2 mil novos médicos. A cobertura médica aumentou 11 vezes, de  3,5% para 41% da população com cobertura. O prefeito já construiu  duas novas clínicas da família (em Quintino e Sepetiba), chegando a 70 no total e já há outras oito em andamento. A Prefeitura já contratou 587 novos médico e implantará o ponto biométrico ainda esse ano.

Em relação ao transporte, o Prefeito garantiu a construção da TransOeste, TransCarioca, TransOlímpica e a TransBrasil, além de 30 km de VLT no Centro e todos esses meios de transportes integrados ao Bilhete Único. A ideia que tudo isso esteja pronto para as Olimpíadas.


Texto de Bruno e Thiago Freitas, editado e postado por Rafael Oliveira.,  23 de Abril de 2013

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+