De olho no prefeito: As promessas de Eduardo Paes

Veja como andam as promessas eleitorais de Eduardo Paes na metade de seu governo


 O blog do Rafael Oliveira fez uma cobertura completa durante as últimas eleições para Prefeito e como prometemos, vamos conferir se as promessas de Eduardo Paes em 2012 realmente estão sendo executadas. Vamos conferir:

Em relação a "assistência social", Paes prometeu reduzir em 50% a quantidade de cariocas abaixo da linha da pobreza, para isso ele construiria 50 mil casas populares e urbanizaria 100 favelas.Os dados oficiais dizem que havia 146.874 mil famílias nessa classificação. A Prefeitura já entregou 146.874 mil famílias

Em relação a "educação", Paes prometeu 30 mil vagas para ensino infantil, 120 novos EDIs e ensino integral para 240 mil, além de aulas de inglês para todos e tornar o Rio o n° 1 no IDEB. A Prefeitura já iniciou um projeto de construção de 220 unidades escolares e 70 adaptações em unidades existentes até 2016, já estão em obras 42 EDIs (com oito mil novas vagas) e outras 10 escolas em obras. Cerca de 475 mil alunos (do 1º ao 5º ano) têm aula de aula semanais de inglês.
 
Em relação a iluminação pública, Paes prometeu reduzir para menos de 2% o índice de apagamentos registrados na cidade (seguindo os padrões internacionais), em uma época com índice de 18%. Atualmente, o padrão da cidade é de 1,07%.
 
Em relação ao lixo, Paes prometeu fechar o lixão de Gramacho para criar um centro de tratamento mais moderno em Seropédica. A Prefeitura criou o programa "Lixo Zero" que visa multar aqueles que jogarem lixo no chão. O aterro de Gramacho já foi fechado.
 
Nas eleições, Paes prometeu que iria manter metade do orçamento para Saúde e Educação, 2/3 para recursos para as zonas Norte e o Oeste e faria o Rio de Janeiro ser o líder nacional em investimentos. Hoje, cerca de 23% dos investimentos vão para a saúde e 25% para a educação, segundo o relatório da Controladoria Geral do Município.
 
Paes também prometeu continuar as obras da revitalização do Centro, recuperação da Zona Oeste, uma nova infraestrutura para a Zona Oeste e impedir as mudanças do gabarito da Zona Sul.  As obras da Zona Portuária são as "meninas dos olhos" do prefeito, prometendo mudanças em todo centro. Os projetos do BRT estão a revitalizar toda a zona oeste, incluindo a Barra da Tijuca.

Em relação ao saneamento, Paes prometeu amentar a rede de esgoto em 55% da Zona Oeste e concluir as macrodrenagens em Jacarepaguá e na Praça da Bandeira. Os piscinões da Praça da Bandeira terminarão até o final desse ano, as macrodrenagem de Jacarepaguá terminarão em dezembro de 2014. A concessionária responsável pelo esgotamento sanitário de 21 bairros da Zona Oeste - Foz Águas 5 – começará  os investimentos para ampliação das redes de coleta e tratamento de esgoto da região no segundo semestre desse ano 2013.
 
Em relação a saúde, o Prefeito prometeu atingir 80% de cobertura da saúde básica através de 70 novas clínicas da família e 54 postos reformados, além de ter prometido reduzir a espera em hospitais através da contratação de 2 mil novos médicos. A cobertura médica aumentou 11 vezes, de  3,5% para 41% da população com cobertura. O prefeito já construiu  duas novas clínicas da família (em Quintino e Sepetiba), chegando a 70 no total e já há outras oito em andamento. A Prefeitura já contratou 587 novos médico e implantará o ponto biométrico ainda esse ano.

Em relação ao transporte, o Prefeito garantiu a construção da TransOeste, TransCarioca, TransOlímpica e a TransBrasil, além de 30 km de VLT no Centro e todos esses meios de transportes integrados ao Bilhete Único. A ideia que tudo isso esteja pronto para as Olimpíadas.


Texto de Bruno e Thiago Freitas, editado e postado por Rafael Oliveira.,  23 de Abril de 2013

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+