ALERJ em nova sede

Presidente da Alerj quer gastar R$ 1 bilhão para transferir assembleia para prédio da Bolsa




A Bolsa de Valores do Rio de Janeiro foi inaugurada ainda no período colonial e foi a maior da América Latina por muito tempo, o índice IBV (índice criado por Mário Henrique Simonsen, um dos mais respeitados economistas do Brasil) foi o primeiro índice de mercado de ações do Brasil, até o ataque direto do Governo Federal (Iniciado por JK e finalizado por FHC) ter fechado a bolsa carioca para engrandecer a Bolsa de Valores de São Paulo.

O deputado que é presidente da ALERJ, Paulo Melo (PMDB), quer desapropriar o Edifício Bolsa do Rio, com 15 andares, considerado um dos mais caros do Centro da Cidade. A ideia do deputado é instalar no edifício a Assembleia, com o seu plenário, os gabinetes dos deputados e as salas dos assessores.

A ALERJ gastará R$ 500 milhões com a compra do edifício, sem contar a adaptação que somará R$ 1 bilhão, pago com o dinheiro dos impostos que deveriam ser destinados a outras ações. Só para fazer uma comparação, o prédio já mobiliado do anexo do Tribunal de Justiça do Rio (com oito andares) custou R$ 75 milhões.

 Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 16 de Abril de 2012

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+