sexta-feira, 1 de julho de 2011

Como andam as obras do Porto do Rio de Janeiro

Obras de urbanização do Porto do Rio de Janeiro estão bem adiantadas, segundo ABIH

http://www.revistahoteis.com.br/img/tmp/3d92be70efdbd7f0c498b544bcb0c06a043f3f73.jpg

Cada um tem a sua opinião do atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, eu não vou fazer julgamento de valor, mas qualquer político tem a sua "menina dos olhos" em questão política, ou seja, uma promessa eleitoral de uma grande obra, visando ser lembrado na história e nas próximas eleições, alguns cumprem suas promessas, alguns cumprem apenas a grande promessa, enquanto outros não cumprem nada (como Sérgio Cabral e outros que prefiro não comentar).A grande promessa de Paes foi revitalizar a área abandonada do Porto do Rio de Janeiro, uma área degradante da nossa cidade em pleno portal de entrada da maior cidade turística do país, uma região de história e que poderia trazer honra a nossa cidade. Paes prometeu revitalizar toda a área, investindo em um projeto que já começou há gerações e então iniciada pelo ex-prefeito César Maia. Agora vamos ver como anda essa promessa:

O Boletim Informativo da ABIH acompanha as obras da Revitalização do Porto do Rio de Janeiro, projeto chamado pela Prefeitura de "Porto Maravilha". A revitalização também tem o apoio do Governo Estadual e do Governo Federal.

O objetivo do projeto é promover a reestruturação local, criar novas condições de trabalho, moradia, transporte, cultura e lazer, além de fomentar expressivamente o desenvolvimento econômico da região.
Segundo o Relatório da ABIH, já estão adiantadas as obras da primeira fase, que incluem a construção de novas redes de água, esgoto e drenagem nas avenidas Barão de Tefé e Venezuela e a urbanização do Morro da Conceição, além da restauração dos Jardins Suspensos do Valongo. O projeto abrange uma área de 5 milhões de metros quadrados, que tem como limites as Avenidas Presidente Vargas, Rodrigues Alves, Rio Branco, e Francisco Bicalho.

A meta é promover a reurbanização de toda a região até 2015. O projeto prevê a construção de 4 km de túneis, a reurbanização de 70 km de vias e 650.000 m² de calçadas, a reconstrução de 700 km de redes de infraestrutura urbana (água, esgoto, drenagem), a implantação de 17 km de ciclovias e o plantio de 15.000 árvores.

Um dos projetos mais comentados será a demolição do Elevado da Perimetral (importante via que 'enfeia' a cidade), a transformação da Avenida Rodrigues Alves em via expressa e a criação de uma nova e rota, chamada provisoriamente de Binário do Porto.

O Porto Maravilha também realizará ações para a valorização do patrimônio histórico da região, através de projetos como o Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR) , na Praça Mauá, e o Museu do Amanhã, no Píer Mauá, ambos em parceria com a Fundação Roberto Marinho, que darão nova cara à entrada da Cidade Maravilhosa pelo Porto.

Entre os impactos calculados estão o aumento de 50% na capacidade de fluxo de tráfego na região; o aumento da área verde de 2,46 % para 10,96%; Redução da poluição do ar e sonora, com a retirada da Perimetral e a redução do transporte pesado na região. Paes promete que a demolição da Perimetral não atrapalhará o trânsito da Cidade, mas isso é algo que o nosso Blog está de olho e em breve esperamos dar boas noticias.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 01 de Julho de 2011
Foto: Projeto Porto Maravilha - Praça Mauá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+