domingo, 5 de junho de 2011

UFRJ cria moderna sonda que poderia evitar acidente de avião

Pesquisadores da UFRJ criam modelo de sonda mais precisa que a do voo 447

http://3.bp.blogspot.com/_4-e3tkkKp9Y/TIbw2kDcm8I/AAAAAAAAAmg/NGk4cNzRRNc/s320/ufrj.jpg
A UFRJ mais uma vez conseguiu provar que é a melhor faculdade do Brasil e provou também que é a melhor em pesquisas tecnológicas e biólogicas. Um grupo de pesquisadores da Coppe (Coordenadoria de Programas de Pós Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro) conseguiu criar um sensor de velocidade mais preciso do que os utilizados atualmente. Isso significa que os aviões de todo o planeta podem melhorar a segurança aérea.

Uma das causas do acidente com o A330 da Airbus foram problemas nas sondas pitot, responsável por recolher informações sobre a velocidade da aeronave durante um vôo, já que durante o voo 447 as sondas pilot pararam de funcionar após passar por um tempestade de gelo.

Um dos pesquisadores é pai de uma vítima do acidente com o voo 447, da Air France. O projeto tem apoio  do Inmetro, da Embraer e da Marinha do Brasil, sem contar a colaboração de pesquisadores brasileiros, norte-americanos e franceses.

Com isso, o Brasil e a COPPE poderão ser referências mundiais no setor.
- O Brasil e a Coppe têm tudo para se tornar referências mundiais no desenvolvimento de tecnologias para sensores de velocidade. Temos especialistas super qualificados e estamos dispostos a contribuir para aumentar a segurança aérea.
O Airbus A330 caiu no Oceano Atlântico após decolar em 31 de maio de 2009 do Rio de Janeiro para Paris, matando todas as 228 pessoas a bordo.

 Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 05 de Junho de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+