terça-feira, 7 de junho de 2011

Aumenta as chances da Disney Rio de Janeiro

Projeto da Disney no Rio ganha força com Copa e Olimpíada

http://land.allears.net/blogs/lindamac/EPCOTWand01.jpg

Com a Copa do Mundo em 2014 e a Olimpíada em 2016, o projeto de trazer a Disney para o Rio de Janeiro vem ganhando mais defensores. A inauguração de um parque de diversões da grife americana é considerada por especialistas uma das melhores alternativas para aproveitar, no futuro, os investimentos que estão sendo feitos em infraestrutura na cidade.

Em um artigo publicado no livro “Rio - A Hora da Virada”, que acaba de chegar às livrarias , o economista e diretor do BNDES, Fábio Giambiagi, e o engenheiro Lucas Ferraz, criador do site Clube Brasileiro de Montanhas-Russas, mostram que a Rio-Disney é um sonho viável e que o projeto poderia ser uma “peça-chave na manutenção do turismo gerado pelos eventos esportivos nos próximos anos. “

“O Rio precisa começar desde já a se planejar para o pós-2016”, afirmam os autores. Na América Latina, o Rio de Janeiro é a cidade mais mais conhecida, assim como são as marcas Nova York, Tóquio, Paris ou Barcelona.

A Disney vem se expandindo internacionalmente desde os anos 80 e é provável que comece a incluir a América Latina em seus projetos. “Sabe-se que os parques de Orlando estão buscando novos horizontes, em novas terras”, afirmam os autores.

A Disney já possui cinco parques fora dos EUA, dois na França, dois no Japão, um em Hong Kong, e está construindo mais um na China, em Xangai.

Viabilidade econômica
O investimento para construção de uma Disney no Rio, porém, seria de bilhões de reais. De acordo com estudo feito pelos autores, estima-se que os parques de Paris e Hong Kong tenham custado entre US$ 1 bilhão (R$ 1,5 bilhão) e US$ 1,5 bilhão (R$ 2,3 bilhões), sem considerar toda a infraestrutura em torno dos empreendimentos, como hotéis, lojas, centros de convenções e campos de golfe.

Locais para a Disney-Rio
Ferraz e Giambiagi destacam três locais onde a Disney-Rio poderia ser construída, tomando por base o tamanho dos parques no exterior.

Um dos locais possíveis seria uma área na Barra da Tijuca, próxima à avenida Ayrton Senna, que seria de fácil acesso para vem da Zona Norte quanto da Zona Sul. O terreno comporta um resort do tamanho do complexo da Universal Studios de Orlando.

Outro local seria Guaratiba, após a descida da serra, que comportaria um resort do tamanho da Universal Studios do Japão. O local é próximo à Av. Brasil.

O terceiro local proposto pelos autores ficaria no município de Itaboraí, a cerca de 40 Km do centro do Rio, no encontro das rodovias BR-101 e RJ-116.

 Texto publicado nesse blog em 07 de Junho de 2011

3 comentários:

  1. Rafa,Vc diz que a ideia de construir um parque temático da Disney aqui no Rio ganha força e adéptos, bem não creio que seja bem assim, pois o Giambiagi defende no livro dele uma ideia que ele mesmo lançou, ano passado, num congresso; portanto, ele está dando força para ele mesmo. Até agora, não vi ninguém abraçar esta causa.

    Aliás,desde quando eu era criança que ouço essa história. Até o Michael Jackson aventou essa hipótese de parque da Disney no Rio, uma certa vez. Outro que teve a mesma ideia foi o Roberto Medina, o mesmo do Rockin'Rio!
    Como pode ver, não é de hj que se cogita isso.

    Quanto ao orçamento, eu achei um tanto quando esmirrado, vc não achou também?
    Se para reformar um estádio de futebol gastam mais de um Bilhão, uma cidade da música, a metade; vc acha mesmo que iriam gastar só 1,5 bilhão para construir a Disney no Rio?...kkkkk... É PIADA, NÃO?
    De qualquer forma, vou torcer para que, desta vez, o projeto vingue e que fique mesmo aqui no Rio. E se for, tomara que seja na região de Itaboraí, perto de S. Gonçalo....Aquela área é muito populosa e não tem quase nenhum investimento.
    Um abração

    ResponderExcluir
  2. rafael, a disney us sobrevive com o dinheiro latino, usa perderia receita. o melhor lugar nao seria na capital seria no sul flminense resende barra mansa, eixo do trem bala.

    ResponderExcluir
  3. Realmente a Disney sobrevive com o dinheiro latino, apesar que muitos norte-americanos já visitaram ou visitam o parque da Flórida, mas a construção de um parque desse tipo não diminuiria a visita ao Walt Disney World Resort na Flórida, da mesma forma que a Disneylandia e a Disney Paris não influenciaram. Apesar de ser um sonho antigo, mas acredito que agora funcione, mas eu particularmente acho que a capital merece um parque de primeiro mundo, até para aproveitar o crescimento hoteleiro dessa década, mas também não acho positivo colocar próximo a Avenida Ayrton Sena, devido o trânsito já caótico da região, mas apoiaria em Guaratiba, ou em último caso nesse terreno da Barra da Tijuca, da mesma forma que São Paulo investiu com o Hopi Hari que na minha opinião é inferior ao Beto Carreiro.

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+