segunda-feira, 25 de abril de 2011

Rio de Janeiro contará com modernos metrôs importados da China

Novos trens do metrô do Rio de Janeiro são exibidos na China

http://odia.terra.com.br/portal/rio/fotos/11/04/25_trem575(2).jpg

A revista paulista EXAME considera o Rio de Janeiro como a cidade que tem a melhor infraestrutura do Brasil. O Rio continua crescendo, ainda mais com os investimentos durante essa década de muitos eventos, inclusive em uma área que a população tanto precisa: transporte.

A foto do metrô acima não será de um país europeu, e sim do Rio de Janeiro. A cidade ganhará em breve novos veículos fabricados na China. Inicialmente serão 19 trens que circularão na linha 2, contando também com TV, iluminação com lâmpadas LED, circuito de refrigeração 33% maior que o atual, passagens entre os vagões e bancos longitudinais (paralelos ao corredor).

Os que viajarem em pé, os novos trens terão alças e barras com maior conforto. Sinais sonoros indicarão o fechamento das portas. Painéis eletrônicos em LED informam a estação em que o trem está e o lado do carro em que a porta será aberta. Cada vagão será monitorado por duas câmeras.
“Os pega-mãos precisam de uma proteção para evitar machucar os dedos de quem segura. Isso será feito no Rio”, afirmou o presidente do Metrô Rio, José Gustavo Costa.
Os passageiros escolheram a cor azul para os detalhes internos, combinando com branco e cinza, que predominam. O piso será um emborrachado italiano com decoração geométrica também azul.


O melhor de tudo: Isso não será só para 2016, já que o primeiro trem chega no fim do ano, passa por teste e a previsão é que comece a operar em março, cinco meses após o prazo previsto anteriormente. Os demais entram em circulação no decorrer do ano que vem.

O investimento é de R$ 320 milhões e o projeto é inspirado no Metrô de Hong Kong, China, mas adequado às características cariocas. Os trens chegam de navio, já montados, e passam, no Rio, por novos testes, antes de entrarem em operação.

Os atuais trens da linha 2 serão transferidos para agilizar a linha 1, porém, reformados, com refrigeração modernizada.

A refrigeração dos trens será mantida em 23 graus, independentemente da temperatura do lado de fora. Não há portas entre os vagões, permitindo a livre circulação de passageiros. Além disso, o sistema chamado gangway permite melhor distribuição do ar-condicionado.

A concessionária que administra o metrô carioca também lançou um projeto que transformará algumas estações em "shoppings". A inovação começará pela Carioca, assim o passageiro poderá comprar lanche, jornais e revistas e ter outros serviços antes de pegar o metrô para o seu destino.

Atualmente, a empresa fatura 93% com transporte e 7% com outras operações. A meta é chegar perto da marca alcançada em Hong Kong, onde o metrô tem receita de 65% com o transporte e de 35% com alugueis e serviços

A empresa também promete modernizar as roletas das estações, não precisando mais do empurrãozinho do passageiro, abrindo automaticamente ao inserir o bilhete no sensor, sistema também adotado em Hong Kong.

O metrô será considerado o Transporte Olímpico de 2016, seguindo os exemplos de Beijing (China), sede dos Jogos em 2008, e Londres, que sediará evento a partir de 27 de junho.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 25 de Abril de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+