quarta-feira, 23 de março de 2011

Rio de Janeiro poderá ser Patrimônio Mundial da Humanidade

Rio de Janeiro poderá se tornar um Patrimônio Mundial da Humanidade em 2012

http://oglobo.globo.com/fotos/2011/03/21/21_MHG_Cristo_Patrimonio.jpg

O Rio de Janeiro continua recebendo muitos títulos e honras. Depois se sediar as Olimpíadas de 2016, a Copa do Mundo de 2014, as Olimpíadas Militares de 2011, entre outros, a cidade do Rio de Janeiro pode ser declarada, em 2012, Patrimônio Mundial da Humanidade, na categoria de paisagem cultural.

O Rio já se inscreveu na tentativa de conseguir mais esse título, mas a decisão será tomada na 36ª Sessão do Centro do Patrimônio Mundial da Unesco. O evento ainda não tem uma cidade defenida.

O Rio de Janeiro conta com paisagens famosas em todo o mundo, como o Pão de Açúcar, o Corcovado, a Floresta da Tijuca e a Praia de Copacabana. Também mostra a sua grande relação entre o homem e a natureza e é uma cidade que está crescendo a cada dia. Tudo isso será contado na candidatura da cidade, cujo dossiê foi encaminhado à Unesco no último mês de janeiro.

Até agora, os lugares reconhecidos pelo Unesco como Patrimônio Mundial na categoria cultural se relacionam a áreas rurais, sistemas agrícolas tradicionais, jardins históricos e locais de cunho simbólico, religioso e afetivo. E se a candidatura do Rio for aprovada, será a primeira paisagem cultural urbana na lista de patrimônios mundiais, abrindo espaço para uma nova visão e abordagem sobre os bens culturais, conceito adotado pela Unesco em 1992.

A proposta carioca é administrada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), com participação do Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (Inepac), da prefeitura do Rio, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Fundação Roberto Marinho.

O Brasil, um dos países mais ricos em beleza e diversidade cultural no mundo, já conta com outros 18 bens culturais e naturais na lista de 911 reconhecidos pela Unesco.

Os bens naturais são: o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná (1986); a Costa do Descobrimento, entre a Bahia e o Espírito Santo (1997); o Parque Nacional Serra da Capivara, no Piauí (1998); a Reserva Mata Atlântica, em São Paulo e no Paraná (1999); o Parque Nacional do Jaú, no Amazonas (2000); o Pantanal Mato-grossense, no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul (2000); os parques nacionais dos Veadeiros e das Emas, em Goiás (2001); e o Parque Nacional de Fernando de Noronha (2001).

Já os bens culturais são: o Conjunto Arquitetônico e Urbanístico de Ouro Preto, em Minas Gerais (1980); o Centro Histórico de Olinda, em Pernambuco (1982); as Ruínas de São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul (1983); o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos em Congonhas, em Minas (1985); o Centro Histórico de Salvador, na Bahia (1985); o Conjunto Urbanístico de Brasília, no Distrito Federal (1987); o Centro Histórico de São Luís, no Maranhão (1997); o Centro Histórico de Diamantina, em Minas (1999); e o Centro Histórico de Goiás, em Goiás (2001).

Vamos torcer pela nossa cidade.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 23 de Março de 2011

6 comentários:

  1. Eu sou absolutamente contra. Aí mesmo que não vaum mais deixar construir nenhum prédio moderno, porque vão alegar estar ferindo o acervo histórico mundial. Se agora já é a maior dificuldade para se erguer um prédiozinho de 2o ou trinta andares, imagina se aprovam uma porcaria dessas....TOMARA QUE A UNESCO REJEITE A PROPOSTA!...DEDOS CRUZADOS!

    ResponderExcluir
  2. ERRATA:
    Aí mesmo é que VÃO...

    ResponderExcluir
  3. OLHA SINCERAMENTE,CONCORDO COM O NOSSSO AMIGO AI DE CIMA,ACHO Q O RJ TEM Q CRESCER E COM ESSE TITULO ISSO FICARA TRAVADO.CRESCER COM SUSTENTABILIDADE,ISSO E IMPORTANTE,MAS CRESCER.ESTOU TORCENDO CONTRA TB.

    ResponderExcluir
  4. A opinião de vocês tem um grande fundamento. O Rio realmente é uma cidade linda em questão de belezas naturais, mas também é uma cidade moderna e global. Precisamos investir nessa imagem trazendo novos negócios e investir em tecnologia e arquitetura. Por isso vejo que há fundamento.

    ResponderExcluir
  5. Sabem o que vai acontecer quando alguém quiser remover alguma favela? Vão alegar que não pode, porque faz parte do patrimônio da humanidade!....

    ResponderExcluir
  6. Tudo depende. Eu penso que o Rio já é um Patrimônio Mundial devido as suas belezas e arquitetura. Talvez realmente não seria positivo receber um título oficial, já que muitas das cidades que receberam tal "honra", reclamam desse problema de "mudar" e não "poder".

    Mas se o Rio conseguir esse título, receberia pela sua arquitetura e espaço. A favela denigre o local que está e toda a cidade, por isso seria necessário investir para melhorar e manter esse tal espaço. Mas infelizmente vivemos uma política do "Se eu tirar ele da sua favela da zona sul e mandar para uma casa digna no subúrbio, eu perco o meu voto, então melhor deixar ele lá". Não existe maior hipocrisia do que os atuais políticos que pensam dessa forma. Quem paga no final por isso tudo? O carioca. Por isso no final de tudo vemos essa "bagunça urbana", além de favelas que empobrecem a beleza da cidade e pessoas que vivem em locais abaixo do IDH.

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+