segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Nove favelas pacificadas em apenas um dia

Polícia ocupa nove favelas do Centro do Rio em apenas um dia

http://imgs-srzd.s3.amazonaws.com/srzd/upload/s/a/santa_teresa_upp1.jpg


A maioria das favelas brasileiras possuem problemas de tráfico, gangues, redes de assassinatos, máfias, quadrilhas, entre outros problemas relacionadas a violência. Porém muitos tem a hipocrisia de dizer que isso acontece apenas no Rio de Janeiro, inclusive pessoas de cidades brasileiras que possuem mais favelas que o Rio.

Esse é um problema que deve ser solucionado. Primeiro porque a violência deve ser controlada nos centros urbanos, segundo porque há muitos trabalhadores de bens nesses locais que sofrem com a má influência sobre seus filhos, e terceiro porque nenhuma favela é símbolo de bem estar social para qualquer cidadão, que vive em um sistema ridículo do fracasso político brasileiro com desenvolvimento humano abaixo de países africanos. Essas pessoas poderiam contribuir com os gastos políticos caso tivessem a oportunidade de um emprego e sair dessas favelas. Mas há demagogos que preferem essas pessoas nas favelas, criando esmolas populares, PAC (Que na realidade eu vejo como: "Plano de Aceleramento das Comunidades") e serem contra a urbanização, muros, contenções, proibições de crescimento de favelas e do FUNK, e transferência de áreas de riscos.

O primeiro passo para acabar com essa vergonha política é a pacificação das favelas. Nove favelas que eram dominadas por traficantes no Centro do Rio foram ocupadas pela polícia nesse Domingo. No local haverá três unidades de Polícia Pacificadora. Não houve tiros.

As favelas de São Carlos, Mineira, Querosene, Zinco, Coroa, Fallet, Fogueteiro, Prazeres e Escondidinho. A vergonha é tanta que algumas dessas favelas estão próximas a um dos maiores centros financeiros do Brasil, da Prefeitura do Rio de Janeiro, do Maracanã e de Santa Tereza.

A fumaça azul e as bandeiras no alto dos morros foram o sinal da libertação de 20 mil pessoas do domínio dos traficantes. Lembrando de novo: Tudo sem disparar um só tiro.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 07 de Fevereiro de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+