segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Jogador Somália não será "julgado"

Jogador Somália pagará 50 salários mínimos como pena alternativa

http://globoesporte.globo.com/Esportes/foto/0,,34689126-EX,00.jpg

Nesse mês de Janeiro eu publiquei uma noticia sobre o jogador paulista do Botafogo, Somália, que mentiu declarando que foi sequestrado na Barra da Tijuca em plena luz do dia, aumentando o falso preconceito ao Rio de Janeiro como cidade altamente violenta. A Polícia conseguiu provas que o paulistano mentiu. Oficialmente isso é um grande crime que dá prisão, ainda mais quando a pessoa falta a audiência que deveria se explicar para jogar com os colegas e mostrar-se bem descontraído.

A Justiça cancelou a prisão e deu ao jogador uma pena de multa antecipada de 50 salários mínimos (R$ 22 mil parcelados em três meses) no processo que responde por falsa comunicação de crime, quando ele forjou o próprio sequestro-relâmpago. Após isso ele estará livre da pena como se nada tivesse feito.

Todo o valor será destinado para as vítimas da tragédia que atingiu a Região Serrana na última semana. Ele foi uma das primeiras pessoas a serem punidas com uma "pena alternativa".

Sejam bem vindos ao país da impunidade

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 24 de Janeiro de 2011

2 comentários:

  1. Se fosse um pobre duvido que ñ estaria na cadeia, por isso que eu acho que a lei brasileira preveligia muitos as pessoas que tem dinheiro !!!!

    ResponderExcluir
  2. A lei do Brasil, em si, defende o bandido, seja pobre ou rico, porque esse país é uma bagunça.

    Existe lei até para criar bolsa de ajuda financeira aos bandidos, já que não podem trabalhar. Isso é um absurdo, porque enquanto isso a população se prende em suas casas com medo de leis que servem cada vez para ajudar mais aos bandidos e corruptos dessa nação.

    Já os mais ricos e populares nem se falam. Todos aqui lembram o quanto custou para aquela tal de Suzane Richthofen ir para a prisão, só mesmo a ajudinha do Fantástico mais a pressão do povo para conseguir isso. A família Sarney está solta por aí. E agora o tal Somália.

    Apesar da lei proteger o bandido, mas nem um pobre teria o mesmo privilégio, iria preso sem cumprir toda a pena. Somália teve o abuso até de faltar audîência.

    O pior de tudo são os torcedores e fans dele que dizem que ele fez nada demais, como se ele fosse apenas um adolescente que mentiu a nota do boletim para os pais. Felizmente os flamenguistas não agiram da mesma forma com Bruno, agora a torcida do Botafogo também deveria ser dura com alguém que teve a ousadia de mentir o próprio sequestro.

    Vivemos em um país de tolos.

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+