domingo, 23 de janeiro de 2011

Chuvas de Santa Catarina

Chuvas assustam população de Santa Catarina

http://ponteirosaoavesso.files.wordpress.com/2010/03/a_chuva_e_a_porta.jpg

Há dois anos o estado de Santa Catarina passou por um desastre similar ao ocorrido na Região Serrana nesse ano. Cerca de 135 pessoas no estado. Hoje, a região do Vale do Rio Itajaí tem um sistema de alerta de cheias, isso ajudou a evitar mortes nesse ano. Cerca de 700 mil pessoas foram atingidas por essa chuva em 49 municípios desde o último dia 18.

Financiado pela Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e coordenado pela Fundação Universidade de Blumenau, o sistema foi concluído em 2010 com a instalação de 16 estações telemétricas.Vemos que alguns aprendem com a inteligência, infelizmente Santa Catarina aprendeu com a tragédia. Será que o governo do Rio de Janeiro aprendeu a lição e investirá para prevenir futuros desastres? Provavelmente não, porque depois de Angra dos Reis e da capital, nada foi investido por Sérgio Cabral. Tal sistema já era para existir há anos.

No entanto, em Santa Catarina, até metade do ano passado, ao menos 2 mil famílias continuavam desabrigadas e 3 mil, desalojadas. A compra de terrenos é uma das pendências. São esperados cerca de R$ 2 milhões, mas a liberação da verba depende do envio de documentação dos municípios ao governo federal.

Segundo Almir César Paul, secretário de Meio Ambiente de Ilhota, cidade com o maior número de mortes na tragédia (47), muitos continuam em casas de parentes ou pagam aluguel. O último lote de 70 casas será entregue em breve e foi bancado pela Arábia Saudita, que deu US$ 5 milhões para construção de casas.Lamentável que o Brasil ajuda a tantos países, mas foi necessária a ajuda da Arábia Saudita porque o Governo Federal prefere ajudar ao Chile e Haiti, ao Rio e Santa Catarina.

Enquanto isso aqui no Rio de Janeiro vamos torcer para que o Governo invista em projetos para modernizar os sistemas de alertas. Mas não devemos apenas investir para poupar vidas, mas também investir para que muitas famílias não percam suas casas e bens preciosos. Isso só poderá acontecer quando o Governo investir para retirar famílias de lugares de risco e favelas para levar para lugares mais dignos. Além de proibir construções de casas irregulares e principalmente regulares nesses locais. O Rio fez isso quando acabou com os cortiços e já mostrei aqui provas financeiras que é mais viavel investir nisso do que investimentos em prevenções, favelas-bairro, UPP, entre outros.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 23 de Janeiro de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+