quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Rio de Janeiro desbanca Londres, Madri, Tókio e Nova York em ranking finaceiro mundial

Rio de Janeiro é a cidade que melhor enfrentou a crise mundial e aparece entre os 10 melhores em lista financeira da "London School of Economics"


A crise financeira mundial fez várias cidades sofrerem, tanto em países desenvolvidos, subdesenvolvidos e em desenvolvimento. Podemos comparar isso tudo a um “tsunami” que trouxe muitos problemas e poucos tiveram uma economia bem fortificada e independente para poder sair dessa na "crista da onda", entre esses poucos, no topo está o Rio de Janeiro.

A pesquisa Global Metro Monitor, da London School of Economics e Brookings Institution (os dois maiores institutos financeiros do mundo), trouxe um ranking com 150 importantes cidades de todo mundo, e a cidade-foguete do ano foi o Rio de Janeiro que saltou da 100ª posição, em 1993, para a 10ª, em 2010, desbancando mega cidades como Nova York e Tóquio.

A pesquisa comenta que os investimentos relacionados à Copa do Mundo, Olimpíadas de 2016 e o Pré-Sal foram fundamentais para o sucesso do Rio de Janeiro, mas também comenta a vinda da Companhia Siderúrgica do Atlântico para Santa Cruz, em 2008, e a retomada do setor imobiliário e da indústria têxtil de São Cristóvão.

Mesmo na recessão, foram criados 70 mil empregos só no estado do Rio de Janeiro. Para este ano, a previsão é de 80 mil só na capital.

O desemprego no Estado também se mostrou positivo. O desemprego no Rio de Janeiro gira em torno dos 5% (abaixo da média nacional), enquanto na Espanha é de 20%.

Em primeiro lugar no ranking britânico ficou Istambul. O Rio de Janeiro aparece em 10° lugar na lista, perdendo para algumas cidades como Shenzhen, Singapura, Pequim e Malina.

O Rio de Janeiro ficou a frente de cidades como Mumbai, Melbourne, Taipei, Buenos Aires, Montreal, Hong Kong, Cidade do México, Washington, Sydney, Seattle, Tókio, Boston, Osaka, Nova York, Vancouver, Paris, Roma, Milão, Lisboa, Frankfurt, Londres, entre outras.

Porém o Rio de Janeiro não foi à única cidade brasileira a aparecer na lista. Belo Horizonte também apareceu no ranking desbancando outras cidades brasileiras como São Paulo e Brasília. São Paulo apareceu em 25° lugar.

Eduardo Paes lembrou que algumas obras como a revitalização do Porto ajudou a melhorar a imagem do Rio de Janeiro. Para Paes, as Olimpíadas ajudaram a dar uma visibilidade internacional e atraiu investimentos.
“A cidade está no caminho para ser uma das melhores do planeta para viver e trabalhar” – Afirmou o Prefeito do Rio de Janeiro.
E tem gente que ainda não aceita que o Rio de Janeiro é a verdadeira locomotiva financeira do Brasil apenas por um PIB de estados que tem mais que o dobro da população, sabendo que o Rio é o Porto de Entrada de investimentos e do futuro do Brasil, que dá ao Brasil uma imagem de país do futuro, sendo muito diferente dos demais vizinhos latinos. Claro que não podemos esquecer o crescimento – e apoio – das cidades amigas, como Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Angra dos Reis, São Paulo, entre outras, que ajudam a criar a futura identidade brasileira, mas não há como negar que o Rio é o espelho do Brasil, um país que vai muito além que os pessimistas acreditam ser.


Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 16 de Dezembro de 2010
Foto: Centro do Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+