quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Brasil cai no ranking do Desenvolvimento Humano

IDH do Brasil cai durante último ano do governo Lula

http://i.treehugger.com/images/2007/10/24/favela-morumbi-sao-paulo.jpg

Seria hipocrisia dizer que o Governo Lula não trouxe benefícios a população, vamos começar pela qualidade de vida dos brasileiros nos últimos 8 anos, que certamente foi superior a do Governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Os investimentos no Nordeste também é outro ponto que vale a pena ser lembrado, apesar de ter sido apenas esmolas, além da participação do Brasil no Comércio Exterior, e com certeza o fato de ter sido resolvido o famoso problema que o país tinha com o FMI, queda do desemprego, aumento do salário mínimo, sonho da casa própria, do carro próprio e desenvolvimento tecnológico. Mas também devemos não ser hipócritas, e também lembrarmos os pontos negativos, que foram muitos.

E podemos ver isso com a queda do Brasil na lista de alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O primeiro - e maior - problema dos últimos anos foi os investimentos em Saúde e Educação, que tem sido as piores da história do país, apesar de haver mais crianças nas escolas e mais pessoas que ingressam nas universidades.

O Brasil despencou 15 colocações no ranking, indo parar na 88ª posição. A lista foi analisada pelas Nações Unidas (ONU/PNUD). A lista reafirma que a desigualdade no Brasil é muito constante e uma mancha ao país, mas segundo a lista o pior do Brasil é a Educação.

O Brasil ficou atrás de países como Uruguai, Croácia, Romênia, Kuwait, Argentina, Chile, Lituânia e Letônia. Mas na frente de China, Suriname e Bolívia. O primeiro do mundo é a Noruega.

No Brasil, segundo a lista, a educação teve uma queda de 25,7% no índice e a esperança de vida, queda de 16,6%.

Texto escrito e publicado por Blog do Rafael Oliveira, 04 de Novembro de 2010
Foto: Favela do Morumbi, São Paulo (Foto apenas ilustrativa)

2 comentários:

  1. Nooooosssaaaaa! Que favelão, bem no meio do Morumbi!!!

    Mas,.... diz aí! São Paulo não tem faveeeeeelaaa! Que estória é eeesaaa, hein!

    ____ é tudo a mesma merda! do Oiapoque ao Chuí! é tudo Brasil!

    ResponderExcluir
  2. Pois é!

    Eles (SP) adoram dizer q o Rio é um favelão, mas se esquecem q eles tem em torno de 1636 favelas, pois antes tinham cerca de 1640. Erradicaram ao longo de 3 anos apenas 5. E isso ainda recebendo do governo federal pomposos recurso, (Heliópolis recebeu ao longo de 3 anos mais de 200 milhões do governo Federal).
    Existem dados q apontam p/ mais de 2 mil favelas e 2,7 milhões de pessoas, morando em comunidades/favelas/cortiços em SP.
    O crescimento vegetativo da população favelada de SP gira em torno de 3,7%/ano, pois mesmo com a queda do fluxo migratório p/ lá e o não crescimento em área de favelas, SP tem um crescimento ¨vertical¨ q não é detectado pelos satélites do Impe.

    Já no Rio, dados da prefeitura, apontavam p/ o número de 1020 favelas.
    Mas recentemente a prefeitura em conjunto com Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB)e o IPP, Recontaram e reclassificaram as favelas cariocas e atualmente a cidade conta com 625 favelas, 481 comunidades isoladas e 144 complexos.(portanto eles tem mais de 1000 favelas a mais)!!!!

    É muito chato termos fama de cidade mais degradada e favelizada pelo o resto do país e é comum em foruns de debates e etc, ouvirmos ofensas e xingamentos por parte de paulistas q adoram chamar nossa cidade de ¨lixão, favelão¨e etc, simplesmente por não termos a mania de ¨varrer p/ debaixo do tapete¨ nossas mazelas e por de certa forma até galmurizarmos e expormos sem necessidade tanto a pobreza por aqui.

    Espero q o projeto ¨Morar Carioca¨ realmente mude a cara da cidade p/ melhor e espero tb q possamos divulgar um Rio mais bonito, mais moderno, menos violento e etc... Tudo o q nossos ¨amiguinhos¨ paulistas torcem p/ não acontecer!

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+