terça-feira, 5 de outubro de 2010

Rio sem favelas até 2020

Rio de Janeiro investirá R$ 20 bi para urbanizar favelas

http://1.bp.blogspot.com/_i7cZcYz-gfI/TG-7n_TEuVI/AAAAAAAAMug/SInSmwg644g/s1600/rio+Favela.jpg

Uma das maiores manchas - estéticas e sociais - do Rio de Janeiro são as favelas, apesar dos investimentos recebidos nos últimos anos. Porém a cidade receberá um investimento de R$ 20 bilhões para urbanizar todas as favelas da cidade, tornando-as bairro, até 2020.

O projeto é da Prefeitura do Rio de Janeiro, com apoio do Governo Estadual, administrado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento do Rio de Janeiro.
"O renascimento do Rio aconteceu quando a cidade foi escolhida para sediar os jogos", disse Felipe Góes, comentando que finalmente o Rio volta a ter os olhos que merece, após duros investimentos do Governo Federal, principalmente do PSDB, retirando empresas, bolsas de valores e investimentos do Estado.
O secretário também lembrou que tal investimento levará também a melhor segurança., parte deste renascimento virá com a melhoria na segurança, ao haver a urbanização das comunidades carentes. Vamos torcer para que o projeto seja realmente a solução que o Rio precisa.

21 comentários:

  1. "Investimentos?" Bem, agora o erro não foi seu pelo visto. Ao contrario do que eu tinha comentado anteriormente. Mas interessante essa palavra que foi usada por esse jornalista, qual é a fonte? desse trecho.

    ResponderExcluir
  2. $20bi pra "urbanização" de favela, $35bi pro trem bala...
    ñ merecemos um governo tão maravilhoso como o nosso

    ResponderExcluir
  3. Realmente Lúcio... É muito bom saber qual é a prioridade do nosso "amado" governo...

    ResponderExcluir
  4. Urbanizar morro? Não tem coisa mais feia do que ver de longe essa montoeira de barracos! Favela plana igual Jacarezinho, Manguinhos, Vila Vintém Barreira do Vasco e outras tudo bem. Tem é que construir casas e mais casas nos milhões de metros quadrados livres da cidade, baixar o morro inteiro e mandar os moradores pras casas novas. Depois refloresta tudo, já que não tem como fazer igual ao Morro do Castelo e botar abaixo. Imagina que coisa boa passar pela Itaoca/Itararé sem o Alemão pendurado em cima da rua? Ou descer a Niemeyer sem se preocupar com o Vidigal e pegar a Auto Estrada sem dar de cara com aquele mundo de favela que é a Rocinha? Ou cruzar a Automóvel Clube ou a Grajaú-Jacarapaguá sem se sentir ameaçado com os morros que as cercam e pela sensação (ou realidade?) de que se alguma coisa acontecer de errado não tem pra onde fugir?

    Vinicius / RJ

    ResponderExcluir
  5. Isso mesmo Vinicius, eu tenho o mesmo ponto de vista que você. Todas essas favelas em Morros deveriam ser derrubadas e reflorestadas, principalmente as localizadas no moderno centro do Rio de Janeiro (principalmente na região da Cidade Nova) e regiões turísticas/financeiras.

    Os moradores deveriam ser transferidos para outros terrenos livres da cidade, em regiões com residências e saneamento previamente planejado, com comércio, escolas e investimentos que visam cada ex-comunidade.

    Então os morros tornarem-se parques florestais, ou receberem projetos a favor do cidadão carioca com apoio até mesmo da iniciativa privada que poderia comprar esses morros e subsidiarem a transferência dos moradores a lugares descentes. Ou qualquer outra coisa a favor do meio ambiente e a beleza da cidade. Seria positivo até para o clima e embelezamento da cidade, porque nada é mais feio no RJ do que a aparência dessas favelas e o fato de saber que tais moradores vivem em algo tão degradante ao ser humano, principalmente levando em consideração que estamos em uma das cidades mais importantes do mundo.

    Mas enquanto haver hipocrisia por parte dos políticos e até de parte da população que defendem a continuação dessas favelas, o Rio se "afogará na mesma depressão".

    O Rio uma vez lutou para acabar com os famosos cortiços, agora também tem capacidade para acabar com as favelas.

    ResponderExcluir
  6. Impossível acabar com favela no morro e reflorestar. Quem trabalha no supermercado na ZS, em outros MILHÕES de serviços mora na favela. Voce acha que quem emprega vai pagar transporte para essa mão de obra que mora do lado do serviço?

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente é um caso quase impossível, mas não tanto pela da "mão de obra", mas pelo fato da maioria desses moradores preferirem morar nessa região por ser considerada uma área de classe alta sem ter que pagar IPTU. Claro que não são todos, mas também falar que eu estou errado (ou agindo com um "pré-conceito") é pura hipocrisia. Não estou aqui para julgar ninguém, mas todos sabem que essa é uma realidade não apenas no Rio, porém eu não vou discutir isso. O fato real é que Sérgio Cabral e nem Dilma jamais fariam o politicamente correto, porque ambos poderiam perder votos da classe que mais deu votos aos dois. Mas de qualquer forma não há necessidade de transferir esse pessoal para a Baixada ou bairros do interior (Longe dos locais que poderiam ser empregados) e muito menos agir com “bairrismo”, só que a solução seria pensar da mesma forma quando o Rio lutou contra o fim dos cortiços.

    ResponderExcluir
  8. Olá Rafael: Achei seu blog por acaso num momento em que o Rio estava em guerra... Pois é comprei um terreno num lugar que não tinha favela alguma, na zona oeste (Itanhangá) e com sacrificio fiz minha modesta casa, 3 quartos, sala cozinha banheiro, levei exatamente 10 anos para acabar de construí-la, enquanto isso em volta foram surgindo favelas. Para não me alongar pago por esta casa R$4.000,00 de IPTU. Enquanto eles os favelados nada pagam,nem agua,nem luz, já fizeram "gato" até no meu telefone. Se os governantes proibissem a construção de favelas talvez nem tivessemos a necessidade desta guerra.
    Tráfico e viciados sempre vão existir, porem não chegaria a esse ponto que chegou, não acha?
    Dizem que essas favelas daqui tem milicia, eu não sei, mas também dá medo,pois no fim voce fica refém do mesmo jeito só que com outra nomenclatura.

    ResponderExcluir
  9. Rio o melhor lugar!

    ResponderExcluir
  10. vimos aqui soluções até muito boas, mas idealistas demais para tornarem-se reais. O que me paresse realmente é que há uma inversão de culpa... não são os moradores de favelas, ou mesmo traficantes que devem ser crucificados... e sim nosso governo... pois se existe algum poder indomável não será os sei lá quantos traficantes dos morros cariocas, e sim os milhares de políticos que recebem nossos impostos e lideram nosso pais, com nossa "autorização". Esses sim devem ser severamente cobrados, e deles deve ser exigida a solução adequada e boa para todos. Não podemos esquecer que quando falamos de favela... não estamos nos referindo a um problema a parte do rio, que incomoda as classes mais altas... devemos lembrar que estamos nos referindo a pessoas humanas que tem sua dignidade garantida pela Constituiçao, mas que nem ao menos são vistas como tal... se naõ pagam IPTU com certeza é porque esse dinheiro está em algum banco da Suíça, ou em alguma cueca, sei lá...

    O problema do rio hoje é compromisso de todos nós... devemos exigir os direitos dessas pessoas oprimidas. Não se pode ter deveres iguais se os direitos também não o são.

    O Problema é mais grave do que um rio feio, com construções irregulares, e desmatamento... trata-se de um país rico... com muitos recursos... com pessoas talentosas e batalhadoras... história e cultura ricas, porém, com interesses privados que se sobrepõe ao público... fome... miséria... corrupção... mentiras e mais mentiras... opniões manipuladas... desvios de atenção. PRECISAMOS FICAR ATENTOS PARA NÃO NOS DESVIAREM DO FOCO DO PROBLEMA.

    ResponderExcluir
  11. favela é um mercado de seres humanos para tudo o k o capital necessita mmão de obra barata, meninas, trafico,e a velha desculpa não fui eu foi o morro

    ResponderExcluir
  12. Eu sou carioca e meu coração chora quando penso nessa cidade. Uma cidade com uma geografia invejável, que tem todo o potencial pra ser uma das mais belas do mundo entregue ao descaso, o pior é quando ligo a tv e vejo a televisão enaltecendo a cultura da favela. Não adanta me chamar de preconceituoso pq eu tenho conhecimento e dados suficientes pra formar um conceito, favela só contribui pra cidade nos índices de criminalidade.

    ResponderExcluir
  13. tem que tirar porra nenhuma de favela nao ,tem que dexar as favelas

    ResponderExcluir
  14. Apoiar favelas é ser anti-carioca, porque favela não é símbolo de progresso ou cidadania.

    ResponderExcluir
  15. Até agora só li comentários pré-conceituosos e sem o devido embasamento teórico que possa sustentar esse discurso elitizado, ou seja que é dentro dos morros e favelas que nascem os marginais, os traficantes, as prostitutas,os políticos, ops...esqueci os POLÍTICOS nascem em outras regiões consideradas nobres, são pessoas bem nascidas, bem criadas, bem educadas de boa índole e que só querem o bem para todos, inclusive os moradores dos morros e favelas.
    Vamos parar de sacanagem vamos abrir os olhos da conscinência e enxergar de uma vez por todas que o que é realmente necessário impedir ou evitar que aconteça é a CORRUPÇÃO,pois é ela a grande responsável pela falta de dignidade dos moradores desses locais. Querem que os favelados paguem o IPTU e os demais impostos?
    Então paguem salários decentes e dignos. Querem que os moradores saiam dos morros e favelas? Dêem reais condições para que nós possamos viver próximo aos nossos locais de trabalho. Não adianta querer empurrar o problema para longe dos olhos daqueles que não suportam conviver com essa realidade atual. Definitivamente os problemas de nossa sociedade não estão escondidos nos morros e favelas. Lamentavelmente os problemas estão dentro do PALÁCIO DO PLANALTO em BRASILIA.

    ResponderExcluir
  16. eu axo q deviam acabar com as favelas todas do rio de janeiro para reduzir o trafico...

    ResponderExcluir
  17. O Rio de Janeiro é um típico "Estado Favela"

    ResponderExcluir
  18. o Rio de Janeiro é um valhacouto geográfico de cuja população de favelados jaz submissa ao contrôle de corjas de traficantes e...acredite...também ao contrôle de uma emissora de televisão que ostenta a infame tarefa de levar ao mundo imagens de uma "pocilga" que, quando concebidas somente na sua superficialidade, ludbriam as pessoas com o rótulo ilusório de "Cidade maravilhosa"

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Ah tah! Sério? A única cidade brasileira a ter um selo financeiro? A cidade mais bem preparada para a crise mundial? A única cidade a ter capacidade para sediar as olimpíadas, enquanto Sampa implorou de cara no chão para abertura da copa? A cidade com a melhor infraestrutura do país? A melhor cidade do hemisfério sul segundo revistas internacionais? A capital nacional de eventos? A cidade que vive os dois homens mais ricos do país? Bem... não vou gastar o teu tempo com mais qualidades. Mas se com todo esse status você considera a Cidade Maravilhosa um "estado favela", tenho medo do estado que você mora.

    ResponderExcluir
  21. muito sinceramente é degradante o Rio de Janeiro. Nasci e foi criado no Rio e agora estpu no estrangeiro, mas continua sim, a ser a cidade maravilhosa. Desculpem o pessoal de São Paulo, mas nada poderão apontar, pois efetivamente tambémpecam por ser uma bela porcaria. Digo isso, no sentido de os governantes só se preocuparem em sugar votos e continuar a manter duas cidades como é o Rio de Janeiro e São Paulo, como uns autênticos lixos...

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+