quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Brasil indica Lula para o Oscar

'Lula, o filho do Brasil' é o indicado brasileiro para concorrer a uma vaga no Oscar

http://oglobo.globo.com/fotos/2009/11/18/18_MHG_lula-filme.jpg



Não há dúvida que o maior prêmio da História do Cinema em todo o planeta é o Oscar, onde filmes milionários faturam as estatuetas mais cobiçadas da sétima arte. Uma das grandes indicações da noite - para os países que ainda estão em fase de desenvolvimento na área cinematográfica - é o "Melhor Filme em Língua Estrangeira", onde países como Itália, França, Espanha, Japão, Alemanha, Holanda, Suécia, Suíça, Argentina, Dinamarca, África do Sul, Argélia, Canadá, Costa do Marfim, Hungria e Rússia - entre outros - já foram honrados com o prêmio da categoria. O Brasil até o momento nunca venceu.

Enquanto a maioria dos países oferecem filmes que exaltam suas nações, mostrando o melhor do país, - Ou história/drama - levantando a bandeira nacional ou um heroísmo próprio - Incluindo os Estados Unidos - o Brasil sempre mostra o pior: Favelas, Drogas, Violência, Pobreza e Traficantes. Ajudando assim a manchar a imagem do Brasil.

Na próxima edição do Óscar, o Brasil decidiu não mostrar a violência, mas dessa vez a aposta foi similar a de "Central do Brasil", com um filme dramático ambientalizado em uma região de poucos recursos financeiros do país. O filme que o Brasil apostou é "Lula, o Filho do Brasil", do diretor Fábio Barreto. O filme foi escolhido pela Academia Brasileira de Cinema.

As indicações do Óscar serão anunciadas no dia 25 de Janeiro. A premiação americana acontecerá em 27 de fevereiro.
- Escolhemos um filme que representa o nosso país e promove todo o cinema nacional. Vivemos um momento bom na cinematografia brasileira, com bilheterias expressivas - afirmou Newton Cannito, secretário do Audiovisual.

"Lula é uma estrela aqui e fora. É um filme bem feito, de qualidade, que honra o cinema brasileiro, e tem uma atriz (Gloria Pires) que pode ser uma excelente candidata ao prêmio de melhor atriz" - resumiu Farias.

Eu particularmente não assisti ao filme, mas acredito que o Brasil tem capacidade para produzir filmes de melhor qualidade para ser indicado ao Óscar e promover as belezas do nosso país - e crescimento na participação econômica mundial - no exterior. Ao invés de gastar tanto dinheiro com filmes como "Cidade de deus", "Tropa de Elite", "Salve Geral", entre outros.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 23 de Setembro de 2010

Um comentário:

  1. Não assisti e não gostei! Tá na cara que foi marmelada. Tomara que perca!

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+