sexta-feira, 11 de junho de 2010

Prefeitos reagem contra Governo Federal e Cabral

Prefeitos querem que Cabral entre no Supremo contra emenda de Simon, mas governador rebate

http://flusocio.com.br/blog/wp-content/uploads/2010/01/Sergio-Cabral-Filho.jpg

Os prefeitos do município produtores de petróleo do Rio, reunidos em Campos, pedem que o governador Sérgio Cabral Filho e o presidente da Assembléia Legislativa, Jorge Picianni, entrem com ação no Supremo questionando a inconstitucionalidade da emenda do senador Pedro Simon (PMDB-RS), aprovada na madrugada de quinta-feira que tira os royalties do Rio de Janeiro.

- O governador Sérgio Cabral está desde o início apostando neste acordo com o presidente Lula e só estamos perdendo. Queremos que ele como representante maior do nosso estado entre com a ação - disse Mirinho, prefeito de Armação de Búzios.

A presidente da Ompetro, Rosinha Garotinho, prefeita de Campos, disse que o jurista Humberto Soares, que assessora a entidade, redige um mandado de segurança, buscando desqualificar a forma de votação das emendas.

- Votaram tudo junto, confundindo tudo. No mesmo pacote estavam questões como a da nova estatal do Pré-sal, da capitalização da Petrobras, do Fundo Social e do novo modelo de partilha - disse Rosinha.

O governador Sérgio Cabral respondeu, na noite desta sexta-feira, que não pode atender ao pedido dos prefeitos.

- O pedido é absurdo. Como você pode entrar contra algo que ainda não foi materializado? Imagine se todas as entidades, classes, estados e municipios entrassem na Justiça contra votações nos parlamentos municipais, estaduais e federais sobre matérias que não foram concluídas e que portanto ainda não são leis - indagou o governador.

Extraído de O GLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+