sábado, 8 de maio de 2010

Cargo no Governo: Exclusivo para amigos...

Levantamento revela como é a divisão de cargos no Governo Federal

http://g1.globo.com/Noticias/Politica/foto/0,,11730678-EX,00.jpg

Este POST é para aqueles que anseiam um dia trabalhar no Governo (mesmo não como propriamente um político) ou para aqueles que se interessam em saber de onde vem os administradores do Governo Federal. Se você acha que na Administração do Brasil só entra quem tem talento, lamento em dizer que você é uma pessoa iludida.

Nunca houve tantos assessores e políticos no Brasil como na Era Lula. Só no Poder Executivo há 20.578 cargos de confiança política, ou seja, os famosos "acessores do presidente". Sendo que 7 mil destes cargos nem se quer precisaram prestar qualquer concurso público. E olha que este número ainda não conta os cargos de confiança nas empresas estatáis, como a Petrobrás.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o presidente pode nomear livremente apenas 979 funcionários na administração pública. Na França, esse número gira em torno de 500.

Sem contar que o salário desses assessores ultrapassa a de muitos países desenvolvidos, onde o salário no Brasil chegaria até R$11.179, sem contar os acréscimos.

Entre estes cargos, 24,8% são filiados ao PT (Partido dos Trabalhadores), enquanto o PMDB conta com 17,44% dos cargos.


Entre os campeões do aparelhamento estão a Fundação Nacional do Índio (Funai), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A Funai tem 156 filiados (27% ao PT) em 644 cargos DAS; o Ibama tem 52 filiados (63% ao PT) em 276 cargos; o Incra tem 169 filiados (61% ao PT) em 670 cargos. 37,8% dos ocupantes de cargos de confiança de mais alto nível e salário são filiados a partidos

Segundo a Revista Época, a maior parte destes cargos são "trocas políticas".

Um outro estudo também afirma que a Corrupção no Brasil custa aos brasileiros no mínimo R$ 41,5 bilhões, ou 1,38% do PIB por ano.Isso é só o que já foi revelado, sem contar aquilo que nós ainda não sabemos.

Segundo os dados. A confiança da população na honestidade do governo chega a 3,7 no Brasil (Em um índice até 10). Enquanto na África do Sul chega a 4,7; 5,1 na Hungria; 5,8 em Portugal; 6,7 no Chile; e 8 na Irlanda a 9,4.

E quem paga por isso tudo? Nós, brasileiros. Os dados são da Revista ÉPOCA.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 8 de Maio de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+