domingo, 30 de maio de 2010

"Banco Central" no Rio de Janeiro

Banco Central construirá moderno edifício-sede na Zona Portuária do Rio de Janeiro

http://oglobo.globo.com/fotos/2010/05/28/28_MHG_RIO_terreno.jpg

O "Banco Central" do Brasil decidiu que mudará de endereço para o Píer Mauá. E inclusive este será o primeiro passo para a Revitalização da "Zona Portuária".

O novo endereço será em um terreno abandonado na área da Gamboa (Ao lado da "Cidade do Samba"). O local abrigará o "Departamento de Meio Circulante", maior centro de distribuição de dinheiro do Brasil.
- O projeto combina a revitalização da Zona Portuária do Rio e a nossa confirmação de continuar fazendo do Rio um centro de distribuição e produção de monetário para o país - disse Tombini, presidente do BC.
A mudança já foi publicado no Diário Oficial da União e anunciado pela Prefeitura do Rio de Janeiro. As obras começarão em até três meses.

O atual endereço do Banco Central será transformado no "Museu do Dinheiro". E tal prédio é localizado na Avenida Rio Branco (com a Rua Visconde de Inhaúma). E infelizmente este poderá ser mais um belo edifício a ser transformado em apenas um museu sem muitas finalidades. Mas continuará a deixar um clássico e moderno Centro do Rio.

As obras demorarão dois anos e abrigará 350 funcionários.

Haverá também no novo prédio, um pavimento onde haverá um espaço cultural, áreas para bancos, comércio e restaurantes, salas de aula e um auditório com 400 lugares.

O projeto será "ecologicamente correto", preservando a vegetação nativa e haverá sistema de reaproveitamento de água, esgoto à vácuo e refrigeração a ar. E é apenas o princípio para uma moderna região que será referência do Brasil.

Texto escrito e publicado por Rafael Oliveira, 30 de Maio de 2010

2 comentários:

  1. Ahh RIO DE JANEIRO

    CADA VEZ MAIS DEPENDENTE DO GOVERNO FEDERAL - OUTROS ESTADOS.

    TUDO NO RJ DEPENDE DOS OUTROS ESTADOS, HERANÇA DO PARASITISMO DE QUANDO ERA CAPITAL.

    ResponderExcluir
  2. Caro André. Desculpa-me a expressão, mas parece que você pouco conhece sobre economia e política. Se você não sabe, o Rio de Janeiro é o estado que menos recebe tributos do Governo Federal. Fato que projetos como o PAC-RIO é o segundo mais atrasado do país. E só nos últimos dois que projetos têm chegado à cidade.

    Segundo, o Rio de Janeiro é uma das 30 cidades mais ricas do mundo e caso fosse um país, seria mais rico que países como Paraguai e Chile, apenas com o PIB atual, mesmo com o menor tamanho.

    Terceiro, vale lembrar que o PIB do Rio é o segundo do país, ou seja, o Rio é a segunda cidade que mais banca o Brasil, porém é como eu já disse, o que menos recebe investimentos do Governo Federal, e quando recebe, tal projeto nunca é concretizado (até o final). E vale lembrar que o Governo Federal foi quem retirou a Bolsa de Valores do RJ, o Autódromo, o BANERJ, entre outros. E o Governo Federal durante a era FHC investiu ao máximo para levar as empresas privadas do Rio para SP, assim como fez com a Bolsa de Valores. E durante a era César Maia, tal prefeitura recebeu quase nenhum projeto federal, enquanto criou leis que permitiam a favelização na cidade.

    O Rio também é uma das regiões com maior quantidade de petróleo no mundo e o governo federal quer retirar tal tributo de nós para simplesmente partilhar com aos demais estados. Você ainda acredita que o Rio depende do Governo Federal? Parece-me mais que o Governo Federal e o Brasil dependem do Rio de Janeiro.

    O Rio também é a cidade com maior infraestrutura do Brasil e uma das maiores atividades portuárias das Américas. E ainda tem grande capacidade no Setor Terciário, ganhando milhões com serviços de shoppings e lojas, e considerando o consumo da população e o tamanho da cidade, tal recurso ultrapassa até SP.

    O Rio também tem o 2º maior aumento de escritórios alugados do mundo e é uma das cidades que mais tem crescido economicamente no mundo. E em nenhum momento também depende das empresas internacionais, já que se fizermos uma lista das grandes empresas brasileiras, mais da metade é carioca. Fato o qual que a EBX (empresa privada carioca) fez um dos 10 homens mais ricos do mundo, Eike Batista.

    E a cidade, além disso, recebe até congressos da ONU, Fóruns Econômicos, e é uma das cidades que mais sediam eventos no planeta.

    Vale lembrar que o Rio também tem parcerias econômicas com dezenas de países como Canadá, Bélgica e China. Acordos portuários com outros estados e mesmo com a transferência da Bolsa, conta com grande porcentagem das ações e títulos brasileiros.

    Se você lesse um pouco mais, ou rodasse o meu blog, perceberia o quanto o Rio sobrevive sozinho. Fato o qual que a maioria das cidades não tem capacidade nem para a Final da Copa do Mundo segundo a FIFA, mas o Rio tem condições de sediar as Olimpíadas.

    Para terminar, eu gostaria de lembrar que o Rio é o único estado do Brasil a contar com um selo econômico Standard and Poor's (S&P). Tal selo reconhecido no mundo inteiro. E tem muitooooo mais, mas eu não estou aqui para humilhar ninguém, nem escrever um livro. Apenas para informar. E como eu já disse aqui: O Brasil depende mais do Rio de Janeiro, do que o Rio do Brasil.

    E dizer que uma cidade carrega o Rio de Janeiro (E todo o Brasil) é o cúmulo da falta de conhecimento de mundo e do próprio país.

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+