terça-feira, 6 de abril de 2010

Chuva traz problemas ao Rio

Noticias sobre a pior chuva da história do Rio de Janeiro

http://images.ig.com.br/publicador/ultimosegundo/arquivos/cdocuments_and_settingslpecorameus_documentosminhas_imagensel_pais.jpg


Bem, lamentavelmente venho aqui postar uma triste noticia para os moradores do estado do Rio de Janeiro. Como todos já sabem, o Rio de Janeiro durante esta madrugada sofreu a pior chuva dos últimos 44 anos, deixando dezenas de ruas da região metropolitana sobre as aguas.

Vários pontos da cidade sofreram com a chuva, desde zona sul a baixada fluminense. Diferente de outras cidades do Brasil que sofrem com alagamentos constantes por falta de capacidade de escoamento e urbanização, o que aconteceu aqui no Rio foi o fato de "Muita chuva em pouco tempo", ou seja, não havia galeria pluvial que aguentasse tal chuva de uma cidade tropical como o Rio, principalmente porque todos nós sabemos que o Rio tem sofrido com massas de ar quente que se instalaram na cidade nos últimos meses, a chuva desta madrugada foi de 288 milímetros de precipitação, já a segunda pior chuva da história da cidade chegou a 245mm no ano de1966. Vamos ver também se dessa vez alguns moradores aprendem também a não jogar mais lixo nas ruas.
A situação é anormal, embora haja uma explicação, que é a combinação da frente fria com a atmosfera quente e úmida. - Confirmou o meteorologista Igor Oliveira.
O presidente Lula mesmo criticou a vinda desordenada de brasileiros de outros estados que causaram "Os desmandos administrativos neste país, 40 anos atrás, quando se permitiu que as pessoas vivessem de forma desordenada, em morros, construindo conjuntos inadequados de casas", e assegurou que as autoridades desenvolvem projetos de melhorias nestes bairros carentes.

Os moradores das encostas são os que mais sofreram. Mais uma prova que o Rio não deveria ter casa em morros, e o dinheiro que é gasto com o PAC fixando as favelas nestes lugares seria mais prático construir apartamentos em outras localidades.

Até o momento já morreram 95 pessoas na cidade. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, recomenda que os moradores evitem sair de casa, mesmo se a chuva parar temporariamente. O governador do estado, Sérgio Cabral, anunciou que o estado está em estado de calamidade.

O Rio também sofreu com a maré alta e até mesmo a Lagoa Rodrigo de Freitas transbordou.

Todas as escolas municipais da cidade do Rio de Janeiro, e escolas estaduais de toda a região metropolitana, não terão aula amanhã. No caso das escolas particulares, ficará a critério de cada escola, eu recomendo caso você for aluno ligar para elas ainda esta noite. A medida tem caráter exclusivamente preventivo.

O mesmo acontece com as universidades particulares das cidades do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo e Duque de Caxias. No caso da UFRJ e UERJ, ambas já confirmaram que amanhã não haverá aula.



Até mesmo o Brasil parou devido ao problema na principal cidade do Brasil. Começando pela Rede Globo que não apresentou seus programas "Mais Você" e "Tv Globinho". Até mesmo o Senado Federal cancelou a "Audiência pública da Comissão de Agricultura":
"Um problema nos impede de realizar esta audiência pela manhã: a catástrofe que desaba sobre o Estado do Rio de Janeiro", confirmou o senador Walter Pereira (PMDB-MS)
O Governo do México também expressou "suas mais profundas condolências" ao Rio de Janeiro:
"Em nome do povo e do Governo do México a Chancelaria transmite seu mais sentidos pêsames aos familiares das vítimas, assim como seus sentimentos de irmandade, apoio e solidariedade em tão um momento tão doloroso", acrescentou.
O Governo da França também lamentou o fato no Rio e apoia o Rio, como foi confirmado pelo Ministério de Relações Exteriores da França, através do porta-voz Bernard Valero:
"Com grande emoção tomamos conhecimento e acompanhamos a catástrofe meteorológica que assolou o Brasil, o estado do Rio de Janeiro e, particularmente, a cidade do Rio de Janeiro. Nestas circunstâncias, a França envia uma mensagem de solidariedade e simpatia a nossos amigos brasileiros"





O assunto também foi noticia de vários jornais internacionais, como o "The New York Times" que disse que as enchentes estão paralisando a cidade. A "BBC World" destacou que a intempérie durou cerca de 15 horas.

No jornal espanhol EL PAÍS, o assunto foi manchete nessa manhã, onde na capa do jornal aparece ""a maior enchente da história do Rio de Janeiro". Os sites de jornais como o italiano "Corriere della Sera", o francês "Le Monde" e o argentino "Clarín" também noticiaram a tragédia.

Enquanto isso o Comitê Olímpico Internacional (COI) afirmou que apoia o Rio de Janeiro em "Absoluto Apoio" e também elogiou a rapidez com que as autoridades municipais e estaduais enfrentaram os transtornos causados pelas última chuvas. Segundo o COI, a catástrofe de hoje é um "fato meteorológico de natureza extraordinária" que poderia afetar qualquer cidade.





Em caso de emergência, a população deve ligar para a Defesa Civil no telefone 199, que funciona 24 horas.


Novas informações serão publicadas aqui no Blog. E o Blog do Rafael Oliveira também lamenta aos que sofreram com a chuva desta segunda e terça feira aqui no Rio, mas juntos vamos conseguir nos levantar e continuar no topo.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 06 de Abril de 2010

Um comentário:

  1. "o Rio de Janeiro durante esta madrugada sofreu a pior chuva dos últimos 44 anos, deixando dezenas de ruas da região metropolitana sobre as aguas."
    ----------------------------------------
    SOB as aguas. Note Bem: SOB as aguas. Ruas nao voam, muito menos, flutuam.

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+