sábado, 3 de outubro de 2009

Investimentos contra a violência do Rio

PM vai aumentar em 16 mil homens até 2014

http://4.bp.blogspot.com/_YgjCHhp0QUU/SIH9d-C1fiI/AAAAAAAAAU8/4bAOma4GMy8/s400/BR_pm_rio001.jpg

O Rio também ganhará investimentos na área de segurança para 2014 e 2016, além dos anos subsequentes.

A cidade do Rio receberá milhões em investimentos para treinar e aumentar o número de policiais nas ruas, adquirir equipamentos e tecnologia de ponta no combate à criminalidade, além de implementar acordos de cooperação com agências internacionais de inteligência.

Coordenador-geral de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Régis Limana afirmou de Copenhague, na Dinamarca, que o dossiê de segurança elaborado pela delegação brasileira "levou medalha de ouro". Segundo Limana, o principal mérito do documento está na integração entre Forças Armadas, Senasp e diversas outras instituições a nível nacional e internacional:

- A Senasp vai implantar o C4I (Centro de Comando, Controle, Comunicação e Inteligência) para coordenar o trabalho integrado entre os órgãos de segurança pública, além da cooperação com agências de informação dos Estados Unidos, França, Inglaterra, Alemanha e Israel, visando monitorar eventuais ações de grupos terroristas - frisa Limana.

O Rio também criará projetos de prevenção a terrorismo internacional, apesar que o Brasil é um país bem amigo neste quesito.

O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, reconhece as dificuldades para cumprir as meta fixadas para seu setor. A Senasp, por exemplo, estabeleceu como plano investir US$ 20 milhões em 2009 e 2010 na compra de novos veículos para a polícia carioca.

- Não tenho expectativa de receber mais verba este ano. Mas isso não me preocupa tanto como a conclusão do projeto de reestruturação da Segurança Pública no Rio - disse.

José Mariano Beltrame acrescentou ainda que outro projeto em andamento prevê o aumento do efetivo da Polícia Militar, passando de 38 mil hoje para 54 mil até a Copa do Mundo de 2014. O projeto está orçado em US$ 57,6 milhões ( R$ 103,6 milhões) e vai permitir a ampliação do projeto das policias pacificadoras (UPPS)


Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 3 de Outubro de 2009

Um comentário:

  1. Estamos vivendo uma guerrilha Urbana no RJ,mas culpados são os governantes,que não investe na EDUCAÇÃO,SAUDE,MUITO MENOS NA SEGURANÇA,vai ser colocado mais homens na rua como PMRJ,despreparados,sem armas decentes,controle de munição,falta tudo,para eles tambem,para enfrentar um FUZIL.K ai das contas,estes seres que estam na segurança não sabem a força que tem,o dia que descobrirem a força e entrarem em greve como estam fazendo outros Estados,ai sim eles teram respeito,mas abaixam a cabeça como covardes para seus superiores,chega praças de dizer sim SR,oficial não é expulso é reformado,praças vam pra rua como bichos,sem direito a defesa,quem faz o policial bandidos são os grandões,portanto o dia que o sangue azul,tomar coragem e cruzarem os braçõs,quero ver acontecer estas violencias contra eles,cade os direitos humanos a favor de muitos que estam aleijados,mortos vivos,que a familia que tem que arcar com tudo,isso é mais uma violencia deste Estado desmandado,sem Governante.

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+