quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Revitalização e modernização da Avenida Rio Branco

Prefeitura quer construir grande parque na Avenida Rio Branco

http://i40.photobucket.com/albums/e233/FabioBarros/Rio%20de%20Janeiro/Centro/DSC04326.jpg

(Blog do Rafael Oliveira) A Secretaria de Urbanismo do Rio de Janeiro quer fazer uma mudança total na Avenida Rio Branco, uma das principais da cidade. Este é o Projeto Rio Verde que prevê construir um grande parque urbano com 2 milhões de metros quadrados (equivalente a 13 vezes a área do Campo de Santana) na centenária Avenida Rio Branco.

O projeto ainda prevê que a avenida e parte de suas transversais, no trecho entre a Candelária e a Cinelândia, sejam transformadas num imenso calçadão de pedestres, com chafarizes, quiosques, arborização e mobiliário urbano especial.

Uma outra inovação da Avenida Rio Branco seria que as linhas de ônibus seriam remanejadas, reduzindo cerca de 70% da frota na rua (1.800 carros por dia), onde também os taxis ganhariam pontos em ruas secundárias. Na avenida seria construído um sistema de veículos elétricos de grande porte o qual percorreria toda a avenida, onde passageiros de ônibus comuns, caso queiram entrar na rua, irão trocar o ônibus normal em um certo ponto da avenida para entrar neste veículo elétrico. Segundo a prefeitura, este pontos de trocas seriam na Candelária e na Avenida Beira-Mar, além das estações de metrô.

Mas também haverá serviços como carrinhos elétricos individuais (provavelmente de aluguel em um ponto da avenida), eco-táxis, esteiras rolantes e ciclovias públicas.

Os detalhes completos do projeto irão ficar prontos apenas em Dezembro e as obras deverão começar em 2010, inaugurando junto com a revitalização da Zona Portuária do Rio.

Os gastos seriam dividos entre o poder público e iniciativa privada. O modelo econômico para viabilizar o projeto deve incluir a possibilidade de o vencedor da concorrência explorar serviços em regime de concessão.

Apenas o único defeito do projeto (qualidade para a prefeitura) seria que a avenida não teria mais carros particulares (os que nós dirigimos). Os carros ficariam estacionados em ruas secundárias e em nenhum momento usaria e atravessaria a Avenida Rio Branco. Mas isso é um caso de opinião particular, eu particulamente não consigo imaginar uma avenida de tal importância econômica como a Av. Rio Branco sem carros, a não ser se tiver um outro projeto acompanhando este de rotas subterrâneas para aqueles que trabalham na rua, além de um método de transferir os carros que cortam o centro do Rio para outro local, sem aumentar o trânsito da cidade, sem contar de um investimento em policialmento na rua, porque a noite e finais de semana a avenida ficaria totalmente vazia (pelo fato de não ter carros). Mas em dezembro eu publicarei mais informações deste projeto que está dando o que falar...

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 2 de Setembro de 2009
Foto da atual Avenida Rio Branco, direitos pertencentes a Fábio Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+