terça-feira, 11 de agosto de 2009

Policia Especial do Rio de Janeiro contra o tráfego...

Equipamentos da Polícia contra a favelização do Rio de Janeiro

http://odia.terra.com.br/portal/rio/fotos/09/08/11_trator_575x350.jpg


A favelização do Rio de Janeiro (cidade) cada vez está ficando para trás.
Favelas como a de Botafogo e Leme já encontram-se sem nenhum traficante. E depois que os traficantes foram exterminados destas favelas, certas casas tiveram crescimento imobiliário de até 400%.

Na Favela Dona Marta (Em Botafogo) há casas vendidas até R$ 10 mil. Já na Favela do Leme (próximo a Copacabana) há casas valendo cerca de R$ 90 mil.

Apesar dos moradores se gabarem e questionarem elevados preço por suas residências o qual invadiram terreno pago por nós quem pagamos impostos, mas talvez esta valorização possa ser o ponto inicial para o fim da favelização na cidade do Rio.

E agora outras favelas podem receber este BOOM graças a uma nova frota de veículos gigantes que são capazes de abrir qualquer obstáculo e "lutar contra as forças do mal" (expressão utilizada pelo jornal O DIA) graças aos novos equipamentos da Tropa de Elite da Polícia Militar do Rio de Janeiro (BOPE). Uma linha de veículos especialmente encomendados para destruir barricadas do tráfico nas favelas de até 5 metros e 15 toneladas — começaram a chegar à unidade esta semana e ganharam, dos policiais, o apelido de ‘Transformers".

Com isso será muito fácil para a polícia acabar com o tráfego nas favelas brasileiras.
E com isso estamos a um passo mais próximo para o fim dos tráfegos do Rio de Janeiro

Texto escrito e postado por Felipe, Vanessa e Rafael Oliveira, 11 de Agosto de 2009
Baseado em informações de O DIA e O GLOBO

2 comentários:

  1. Cara, qual o sentido que você usou para a palavra tráfego? - Transito - Esta bem estranho esse seu texto. É Trafico e não tráfego, mas acho que você deve ter feito isso propositalmente ou não, bem não sei.
    E tipo, meio preconceituoso também o seu texto, (...)elevados preço por suas residências o qual invadiram terreno pago por nós quem pagamos impostos,- O que você quer com isso??? Quer dizer que por serem pobres eles não podem ter uma casa e quem disse que foi você ("nos" que pagamos impostos, eles também pagam impostos) que pagou pela casa que eles moram? eles invadiram, beleza. O terreno é publico? se sim, não ouve uma invasão ouve uma ocupação de um vazio urbano. (olha na constituição função social da propriedade) E eles construíram as próprias casas com o dinheiro e com as próprias mãos.
    Eles têm os mesmos direitos que você, não há diferença entre vocês. Leia um autor chamado Robert Merton - sociólogo e veja como são produzidos os "traficante" os "meliantes" que são um descompasso entre objetivos sociais - materiais - construídos coletivamente e a possibilidade de acesso. Te recomendo isso. Boa sorte e cuidado com as palavras que usar na próxima vez.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Paulo na questão da função social da propriedade. Está bem explicado no estatuto das cidades, lei 10.257 de 2001.
    Porém não concordo com habitação (seja de rico ou de pobre) em área imprópria para edificação, como áreas com declividade superior a 30%. Outros casos podem ser vistos na lei federal 6766/79.
    Queria deixar claro também que ambos somos invasores de terras, tanto as pessoas da cidade planejada quanto os moradores de favelas. Nós invadimos terras que no passado foram terras indígenas, e os expulsamos de seu território.
    Quanto à questão do Tráfico de drogas, ele jamais acabará enquanto houver consumidor de entorpecentes.

    Fui

    ResponderExcluir

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+