domingo, 16 de agosto de 2009

Golpe do Governo Federal contra o Rio de Janeiro

A divisão dos royalties do pré-sal e o ''Golpe do Governo'' contra o Rio

http://www.midiacon.com.br/imgNoticias/2009/Abr/24/empresas_recordedeproducao_gd.jpg

"É golpista a tentativa do governo federal de retirar os royalties do petróleo do estado do Rio de Janeiro com a cobiça despertada pelo "pré sal", sob o argumento da criação de um "fundo soberano" para distribuição da riqueza entre todos os brasileiros, visando 'pôr fim às desigualdades nacionais'."

É assim que começa a reportagem escrita por Jorge Rubem Folena de Oliveira para o jornal O GLOBO.

Estamos em uma época em que o governo começou a usar a tática de "roubar descaradamente"".

Sarney rouba dos contribuentes brasileiros.

Lula rouba os royalties do Rio de Janeiro para ter vantagem política para ele.

Resumindo... Estamos na temporada em que no Brasil, "Ser politico e roubar é chic".

O Rio de Janeiro é o maior produtor de petróleo do país. Então o óbvio seria que o Rio de Janeiro tivesse também vantagens financeiras, mas a nova lei da senadora paulista Ideli Salvatti (Projeto nº 279/08) irá dividir royalties do Rio com São Paulo, Espírito Santos e todos os demais estados brasileiros.

Este projeto é totalmente aceito pelo governo do Estado de São Paulo e o deputado José Serra que além de desviarem dinheiro de investimentos no resto do Brasil, agora querem ganhar (os deputados) dinheiro as custas do povo do Rio de Janeiro.

Só para ter idéia, o Estado de São Paulo não paga o petróleo e energia elétrica que pertencem ao Rio de Janeiro, através de uma brecha da lei promulgada por José Serra. (Extraído de O GLOBO)

Segundo o presidente LULA, o petróleo que está nas bacias do RIo de Janeiro:

"O petróleo não é do governo do estado do Rio de Janeiro. Não é da Petrobras, é do povo brasileiro e precisamos discutir o destino desse petróleo".

Ou seja, 80% do petróleo brasileiro que está em território fluminense pertencerá a todo o Brasil. O Rio de Janeiro terá problemas ambientais para dividir seu dinheiro com todos. O Rio de Janeiro então bancará o Brasil todo e o povo daqui sairá perdendo. Perdendo no mínimo R$ 6 bilhões por ano de royalties por ano.

Vale lembrar que estados que não produzem petróleo e sal, também ganharão com o dinheiro dos royalties do Rio, segundo a Lei 7.990/89, art. 7º, e Lei 9.478/98, art. 49, II, "e".

Até quando a cobiça alheia tentará destruir o Rio de Janeiro?

Levaram nossas empresas (estatais, particulares e até sedes estrangeiras com leis governamentais), levaram nossa Bolsa de Valores, levaram nossos bancos, levaram até mesmo parques de diversões (Tivoli) e locais esportivos (caso do Autódromo de Jacarepaguá que não é mais central de Formula 1, porque o governo mandou as competições para São Paulo). Agora levarão também nosso Petróleo. Qual será a próxima? A próxima será levar o Cristo Redentor para outro estado? Pelo "andar da carruagem" é o que parece.

Texto escrito e postado por Rafael Oliveira, 16 de Agosto de 2009
Reportagem de base inicial de O Globo

Foto da Bacia de Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+