domingo, 16 de agosto de 2009

Com um milésimo do PIB carioca seria possível policiar todas as favelas

Fim do Tráfico de Drogas, Traficantes, Milícias, a paz nas favelas do Rio de Janeiro e diminuição da violência custaria até R$ 340 milhões para o governo...

http://www.ianskipworth.com/photo/pcd1403/ipanema_rio_13_4.jpg

(BLOG DO RAFAEL OLIVEIRA) Nós lemos em noticias anteriores aqui no Blog do Rafael, sobre favelas que ganharam a pacificação na cidade do Rio de Janeiro. Em regiões onde o comercio imobiliário voltou, a violência caiu e a economia voltou a crescer.

Segundo a pesquisa da reportagem de Carla Rocha, Fábio Vasconcellos, Selma Schmidt e Vera Araújo o projeto de trazer a paz (através das UPPs -Unidades de Polícia Pacificadora-) ao Rio de Janeiro custaria entre R$ 90 milhões e R$ 340 milhões para simplesmente acabar com os traficantes e milicianos da cidade do Rio, trazendo segurança para cerca de 1,3 milhão de pessoas através de 77UPPs.

Em outras palavras seria um milésimo do PIB da cidade e além de um gasto inferior aos benefícios o qual traria.

Sem contar que segundo muitos especialistas, caso este projeto um dia vier a acontecer, o Rio de Janeiro passará ganhar mais que R$ 38 bilhões de reais na economia da cidade

Vale lembrar que segundo o Instituto Pereira Passos, caso o Rio de Janeiro não tivesse favelas, a cidade teria no final do ano um PIB de R$ 90 milhões a mais do que tem agora, além que cresceria cerca de R$ 50 milhões ao ano com recolhimento de IPTU caso aqueles que não pagam impostos (os moradores das favelas) passassem a contribuir com o crescimento da cidade, sem contar com o crescimento do turismo. Mas (hoje) esta arrecadação poderia chegar próxima caso os moradores das comunidades cariocas passassem a pagar seus impostos em troca de fortes investimentos em urbanização nestes locais (Segundo o IBGE, maior partes dos moradores das favelas do Rio tem condições de pagarem os impostos e até mesmo morarem fora das comunidades).

Segundo José Luiz Alquéres (Presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro) o PIB do Rio de Janeiro ganharia cerca de 20% a 30% com o controle das áreas hoje dominadas por traficantes e milicianos, para quem gosta de números reais, isso seria entre R$ 25,4 bilhões e R$ 38,1 bilhões a mais que o Rio de Janeiro ganharia em seu PIB. Só para comparar em 2006 o PIB da cidade do Rio de Janeiro chegou a R$ 127 bilhões.

- Para isso, é preciso vencer os desafios de dar a todas as favelas titularidade dos imóveis e infraestrutura social e urbana, incluindo segurança. A questão da titularidade tem que ser encarada de frente. Se o valor dos imóveis já triplicou nas comunidades com UPPs, imagina como isso ficaria com a titularidade? - disse José Luiz, também presidente da Light
O grande economista André Urani, (Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade) o Rio de Janeiro além do "choque de riqueza", o estoque imobiliário existente aumentará de valor, o emprego cresceria e ele ainda confirmou:

- Além do crescimento do PIB, que mede o fluxo de riqueza, o estoque imobiliário existente aumentará de valor. Vai ter paulista querendo vir morar aqui, americano aposentado trocando Miami pelo Rio. - Comentou Urani que tem doutorado em economia em uma universidade francesa.
Mas para Urani não é necessário apenas boa vontade, mas também articulação do governo. Não apenas projetos como "Favela bairro", mas união de agendas e projetos.

Agora o que falta é apenas nosso governo carioca e fluminense agir por uma cidade digna a população da nossa amada cidade.

Fontes:
O GLOBO, 15/08/2009
O GLOBO, 15/08/2009
Comentários de André Urani, José Luiz Alquéres e Instituto Pereira Passos
Dados do Instituto Pereira Passos, UFRJ e IBGE
Postagens do Blog do Rafael Oliveira

Texto editado e publicado por Rafael Oliveira, 16 de Agosto de 2009
Foto do Posto 11 da Praia de Ipanema, publicada em
ianskipworth.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+