quinta-feira, 26 de março de 2009

Rio de Janeiro está em segundo lugar para Olimpiadas de 2016

Rio 2016 é a candidatura que mais cresce, segundo site especializado em Olimpíadas

http://www.carnaval.com/london/olympics/rio-2016.jpg

Esta semana o site especializado em Olimpíadas Gamesbids divulgou um relatório sobre os projetos olímpicos das quatro cidades que concorrem para sediar as Olimpíadas de 2016.

O site utiliza um modelo matemático chamado BidIndex, que deu as seguintes pontuações as cidades aspirantes:
Tóquio, 61,41;
Rio de Janeiro, 59.95;
Madrid, 58.73;
Chicago, 58.37.

A candidatura do Rio de Janeiro foi a que mais cresceu (0.22 pontos) em relação à última análise, em Novembro de 2008 - antes da entrega dos dossiês ao Comitê Olímpico Internacional, no dia 13 de Fevereiro de 2009. Tóquio subiu 0.19 pontos, Madri, 0.10, e Chicago perdeu 0.41, trocando de posição com Madri e ficando quarto lugar.

- Esta é uma competição excepcional. Para 2016, o BidIndex não tem revelado nenhum destaque claro entre as candidatas. Parece que todas as quatro estão igualmente qualificadas para vencer, assim como para chegar em último lugar - disse o responsável pelo Gamesbids, Robert Livingstone.

O retrospecto do BidIndex é positivo. Antes da escolha da sede olímpica de 2012, o estudo mostrou claramente duas divisões: entre os lanternas Nova York e Moscou (ambos eliminados na fase final) e entre os líderes Paris e Londres. A capital inglesa, que apresentava uma pontuação final de 65.07, foi a vitoriosa. Do mesmo modo, a cidade russa de Sochi, com 63.17 pontos, também teve seu favoritismo confirmado ao ser escolhida como sede das Olimpíadas de Inverno de 2014.

A queda de Chicago na classificação desta semana pode ser atribuída em grande parte à diminuição dos patrocinadores, assustados pela crise econômica que atinge os Estados Unidos com mais força que os outros países em disputa. Além disso, Chicago foi a cidade que ofereceu menos garantias de órgãos oficiais.

Segundo o site, o favoritismo de Tóquio provém do positivismo a favor da crise, já que oferece o enorme mercado asiático e, por conseguinte, maior potencial de patrocínio. Entretanto, seria já a segunda vez que a cidade sediaria as Olimpíadas, além de a Ásia ter sido agraciada ainda em 2008, com os Jogos de Pequim. Em relação a Madri, com as Olimpíadas de Londres em 2012, diminuem as chances de a Europa receber novamente a competição em 2016.

O Rio, por sua vez, seria a primeira sede olímpica da América Latina, e ainda terá a Copa do Mundo de 2014 como teste definitivo para sua infraestrutura - o principal problema da cidade. O fato de o orçamento carioca, no valor de R$ 30 bilhões , ser muito superior ao das demais candidatas também pode ser visto pelo COI como uma manifestação realística, face aos grandes reajustes que tiveram de ser feitos por Atenas (2004), Pequim, Vancouver (sede das Olimpíadas de Inverno de 2010) e Londres.

Vamos torcer por nossa amada cidade...

Rio de Janeiro, 2016, veja esse vídeo produzido pelo Blog do Rafael, junto com outros órgãos municipais...




Texto escrito por O GLOBO e Rafael Oliveira.
Texto editado e postado por Rafael Oliveira
Vídeo: Rio2016, extraido de www.youtube.com/rafazero27
Todos os Direitos Reservados

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+