quinta-feira, 26 de março de 2009

Rio de Janeiro contra construções irregulares

Bethlem garante que prefeitura será rigorosa no combate a outras construções irregulares

http://www.saude.rio.rj.gov.br/media/cidadecentro+maracana+022.jpg

O Rio de Janeiro durante alguns anos com o governo César Maia (apesar de suas grandes construções e projetos) e principalmente o governo Conde teve uma certa liberação de construção irregular, que causou um certo 'favelizamento geométrico' que apoiou no crescimento da violência da nossa amada cidade. Apoiado ainda com os doadores de esmola Rosinha e Garotinho.

Eduardo Paes, apesar de ser o ídolo das favelas da cidade, continua sendo mais um dessa geração, mas por sorte os cariocas ganharam o Bethlem, secretário que está colocando ordem na cidade e fazendo o trabalho que o prefeito deveria fazer.

Entre muitos projetos, um que está tomando forte nome na mídia é sobre o Minhocão da Rocinha. Brasília é uma cidade que abomina duramente as construções irregulares, mas quando se fala de Rio de Janeiro, o governo federal muda o lema e tentou proibir a demolição do prédio, mas Bethlem lutou fortemente na justiça e trouxe ordem a Rocinha.

- Com todos os casos de construções novas seremos absolutamente rigorosos. É determinação do prefeito Eduardo Paes e vamos cumprir à risca, porque a cidade do Rio não comporta mais essas pessoas que especulam imobiliariamente e destroem a cidade - ressaltou Bethlem.


Enquanto Bethlem está lutando fortemente para trazer a ordem e organização a cidade, Eduardo Paes está em Denver (EUA) fazendo o que só Deus sabe.

Os moradores da Rocinha pediram para transformar o prédio em um posto de saúde, mas Bethlem confirma que se ele fizesse isso, 'empurraria o problema com a barriga' e não resolveria o problema e seria apenas um motivo de incentivo a desordem.

Para quem pretende construir um imóvel, Bethlem orienta a procurar um posto da prefeitura dentro da comunidade. Se não houver, procurar diretamente a prefeitura para saber o que pode ser feito, de que forma, não só para cumprir as leis e regras urbanísticas da cidade, mas também para ter maior segurança.

Texto escrito por Rafael Oliveira, Brasília, 26 de Março de 2009
OBS: A palavra
favelizamento usado no texto não é um erro gramatical, a palavra está sendo usado como neologismo jornalistico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+