domingo, 29 de março de 2009

Hora do Planeta

Saiba como foi a Hora do Planeta no Rio de Janeiro e no restante do mundo

http://oglobo.globo.com/fotos/2009/03/28/28_MHG_montagem_copa.jpg

Os mais importantes monumentos, pontos turísticos e prédios das principais cidades do mundo apagaram suas luzes neste sábado contra o aquecimento global. E claro, que o Rio de Janeiro não poderia estar fora.

Na Cidade Maravilhosa, o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e o Aterro do Flamengo, o castelo da Fundação Oswaldo Cruz, o Jockey Club, entre outros, ficaram às escuras no protesto mundial. O projeto também foi apoiado por muitos moradores de Botafogo, Tijuca, entre outros.

No mundo também foram apagadas as luzes de mega monumentos como o 'Ópera House' de Sydney, na Austrália; a 'Torre Eiffel', em Paris, e o 'Big Ben', em Londres. A Cidade de Sidney mesmo, pioneira, apagou maior parte da cidade, inclusive a casa de muitos moradores (por iniciativa individual).

Todas estas cidades apagaram suas luzes entre as 20h30m e 21h30m do horário local. Lembrando que em nenhum lugar do mundo, a população foi obrigada pelo governo ou suas respectivas empresas de distribuição elétrica a ficar no escuro, e nenhum dos postes nas ruas foram apagados.

Sites como O GLOBO e GOOGLE também apoiaram o projeto, "apagando" suas páginas, ao mudar a cor tradicional branca do fundo, para o preto.

"Hora do Planeta" foi proposto pela ONG WWF, a favor da causa ambiental e iniciou na Austrália.

A cidade de Sydney, na Austrália, foi a primeira a apagar as luzes neste sábado. Na Ásia, o protesto em forma de escuridão se espalhou por cidades da China, Tailândia, Filipinas, Cingapura e vários outros países. Ao todo, segundo a ONG, mais de 2.000 cidades de 82 países aderiram ao movimento.

Clique aqui para ver outras fotos do projeto pelo mundo.

http://g1.globo.com/Noticias/Rio/foto/0,,19924454-FMM,00.jpg

http://g1.globo.com/Noticias/Rio/foto/0,,19924452-FMM,00.jpg

Texto escrito, postado e elaborado por Rafael Oliveira, Brasília, 29 de Março de 2009
Foto do Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique aqui para deixar um comentário. Caso você não tiver uma conta Google, assine o seu nome abaixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+