segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Governo Federal só liberou 3,5% das verbas destinadas ao PAC no Rio de Janeiro

Quase nove meses após serem inauguradas pelo presidente Lula no Rio,
as obras do PAC literalmente empacaram no estado, como informa
reportagem publicada neste sábado pelo jornal O Globo. Neste ano,
foram empenhados (ordem para futuro pagamento) no orçamento da União
R$ 266,3 milhões, sendo que apenas R$ 9,37 milhões - 3,5% do total -
foram efetivamente pagos até agora. O valor gasto em obras no Rio é
um pouco maior do que o governo federal aplicou em publicidade para
divulgar o PAC em todo o país. No caso das obras em parceria com o
governo estadual, foram empenhados R$ 46,6 milhões, sendo pagos R$
6,4 milhões.

Vale lembrar que não é a primeira vez que eu falo que o governo federal acha que os cariocas e os brasileiros são "babacas" e que os cariocas de verdade não sabem o duro investimento do governo federal é somente para falar mal do RJ e fingir que é bonzinho para ganhar voto.

Infelizmente como eu já disse anteriomente a constituição não diz que o dever do governo federal é lutar e erradicar a pobreza.


Texto inicial extraido do Jornal O GLOBO com comentarios posteriores de Rafael Oliveira.
Brasilia, 11 de Agosto de 2008

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Azul Linhas aéras com sede no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro ganha sede de nova grande empresa de aviação

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c4/Azul-linhas-aereas.jpg


Como eu já postei anteriormente, o Rio de Janeiro já se mostrou fortemente uma cidade do transporte.
Com trens de ultima geração e expansão por muitos bairros da cidade, com ainda promessa de estar instalado brevemente por todo o estado.
Metrô de qualidade e rapidez.
Os melhores ônibus do Brasil.
Taxis reconhecidos mundialmente.
O melhor e mais tecnológico porto marítimo do país, tendo ainda para adicionar pontos a proximidade do centro da cidade.
E para completar o premio da Forbes de mais organizado aeroporto do Brasil.

Uma área que o Rio de Janeiro está entrando fortemente agora é a aviação, algumas grandesempresas de viagens aéreas cariocas são a TEAM, WebJet e a Flex.
E as extintas Fly Linhas Aéreas, Rio Sul e Panair.

Todas famosas pelo baixo custo, qualidade, modernidade e segurança. Empresas aéreas que tiveram poucos acidentes e baixíssima reclamações de seus clientes, diferente das demais linhas aéreas do Brasil.


E agora a capital fluminense está ganhando uma mega empresa aérea, nomeada de
Azul Linhas Aéreas, dirigida pelo criador da JetBlue David Neeleman e presidido por Pedro Janot, um dos maiores administradores do Brasil, formado pela Universidade Cândido Mendes, pós graduado pela PUC-RIO e MBA pelo Ibmec.


A empresa contará inicialmente com 36 jatos de ultima geração da linha Embraer 195 e irá substituir as instalações e balcões das falidas Varig e VASP.


http://www.voceescolhe.com.br/img/home/imgHome01.jpg

Postado e escrito por Rafael Oliveira, Brasília, 8 de Agosto de 2008

domingo, 3 de agosto de 2008

Nova Passarela na Rocinha

PROJETOS PARA A FAVELA DA ROCINHA, INCLUEM ATÉ PASSARELA DESENHADA POR OSCAR NIEMEYER

http://oglobo.globo.com/fotos/2007/09/04/04_MHG_rio_rocinha01.jpg



A favela da Rocinha, localizada na zona sul do Rio de Janeiro, conhecida como uma das maiores favelas do Brasil, e a maior do estado, estará ganhando em breve um tratamento especial e totalmente inovador.


O governo federal disse que ia trazer uns investimentos nas favelas e o governador Sergio Cabral disse que estava apoiando.


Primeiro: Eu acho “feio” um governador que só tem papas, mas não age. Cabral já comentou em mil projetos, falou bonito e fez várias revoluções desde que sentou na cadeira, mas até agora não vi nada interessante nas ruas.


Segundo: Desde quando o governo federal investe em algo positivo no Rio de Janeiro? A única coisa que o governo federal faz pelo Rio de Janeiro é falar mal, incentivar o crescimento de favelas e tentar abafar a violência de outras cidades brasileiras, inclusive da própria capital para desviar o assunto para o Rio de Janeiro. Pois alguém lembra de ficar massante nos jornais aquela reportagem dos turistas assaltados a luz do dia em frente ao Congresso Nacional? Não... Pois no mesmo dia o assunto era mais um bandido morto numa favela da zona oeste.



Mas agora deixando o assunto do Governo Federalixal, a prefeitura sim tem projetos interessantes para a cidade.
E um deles é a construção de apartamentos na favela da rocinha, substituindo as residências atuais.


A Rocinha, como outras favelas do Rio de Janeiro, tem um avanço muito significativo sobre outras comunidades pobres do resto do país, por exemplo, água encanada, TV por assinatura, Internet banda larga, telefonia fixa e móvel de qualidade, eletricidade legalizada, saneamento básico, asfalto e residências de tijolo e não de madeira.


O projeto do momento que está na foto, disponibilizada pelo jornal O GLOBO, é a passarela da rocinha, desenhada pelo arquiteto carioca Oscar Niemeyer, com um arco similar ao da praça da Apoteose, sendo então um novo ponto turístico na cidade. Além de substituir a antiga passarela que ligava as duas vias.


Ainda na rocinha está sendo projetado um novo hospital de grande porte, um mega centro esportivo, creches e um sistema de plano inclinado.


O Governo Federal ofereceu um empréstimo para ajudar no projeto Favela Bairro do governo da prefeitura do Rio de Janeiro.


Infelizmente no terceiro parágrafo da CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 não está escrito:
“A Constituição de 1988 dentro do contexto dos direitos humanos,. estabelece como dever do Estado, a erradicação da pobreza e da exclusão social”
Logo infelizmente, o governo federal não tem o porque de investir para erradicar as favelas não só do Rio de Janeiro, como do Brasil. Como é o caso de países como a China, Austrália, Holanda, Japão e Inglaterra (além de muitos outros) que investem fortemente na erradicação da pobreza e não possuem uma constituição ilusoria.


Texto escrito e postado por Rafael Oliveira.
Brasilia, 3 de Agosto de 2008

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta o nosso site com o facebook e Google+